Zadig ou o Destino – Voltaire

Zadig ou o Destino – Voltaire

Voltaire cultivou todas as manifestações literárias – tragédia, romance, conto, poesia, filosofia, história, ensaio e sátira – e criou uma outra: o conto filosófico. Foi exatamente neste último gênero que melhor se evidenciou o talento ágil do escritor.

Zadig ou O Destino pertence a este grupo. No conto revela-se toda a genialidade deste escritor que se tornou um símbolo da razão livre. Em Zadig ou O Destino está presente o espírito flexível, engenhoso e vivaz deste homem que combateu todas as formas de preconceito.

Zadig ou o Destino – VoltaireVoltaire cultivou todas as manifestações literárias – tragédia, romance, conto, poesia, filosofia, história, ensaio e sátira – e criou uma outra: o conto filosófico. Foi exatamente neste último gênero que melhor se evidenciou o talento ágil do escritor.

Zadig ou O Destino pertence a este grupo. No conto revela-se toda a genialidade deste escritor que se tornou um símbolo da razão livre. Em Zadig ou O Destino está presente o espírito flexível, engenhoso e vivaz deste homem que combateu todas as formas de preconceito.