Vidas Investigadas: De Sócrates a Nietzsche – James Miller

Vidas Investigadas: De Sócrates a Nietzsche – James Miller

Qual a relação entre a vida e a obra de um grande filósofo? Qual interesse a vida de um filósofo pode despertar com relação à sua obra? É possível se pensar a vida de um filósofo sem que, com isso, sua obra seja a ela reduzida? Tais questões, que sempre pareceram espinhosas à própria filosofia, e da qual muitos comentadores tentaram se distanciar, parecem estar presentes ao longo de toda a obra recém-traduzida ao português de James Miller. Vidas investigadas – de Sócrates a Nietzsche, como o próprio título já antecipa, trata de uma investigação e, mais ainda, de uma investigação que se faz a partir das vidas de 12 filósofos, sendo o elenco composto por Sócrates, Platão, Diógenes, Aristóteles, Sêneca, Agostinho, Montaigne, Descartes, Rousseau, Kant, Emerson e Nietzsche.

Qual a relação entre a vida e a obra de um grande filósofo? Qual interesse a vida de um filósofo pode despertar com relação à sua obra? É possível se pensar a vida de um filósofo sem que, com isso, sua obra seja a ela reduzida? Tais questões, que sempre pareceram espinhosas à própria filosofia, e da qual muitos comentadores tentaram se distanciar, parecem estar presentes ao longo de toda a obra recém-traduzida ao português de James Miller. Vidas investigadas – de Sócrates a Nietzsche, como o próprio título já antecipa, trata de uma investigação e, mais ainda, de uma investigação que se faz a partir das vidas de 12 filósofos, sendo o elenco composto por Sócrates, Platão, Diógenes, Aristóteles, Sêneca, Agostinho, Montaigne, Descartes, Rousseau, Kant, Emerson e Nietzsche.