Veneno – Saga Encantadas #01 – Sarah Pinborough

Veneno – Saga Encantadas #01 – Sarah Pinborough

Em um reino distante, um velho rei precisa se ausentar para uma batalha, deixando sua bela filha aos cuidados de sua esposa, uma mulher sexy e de extrema beleza que foi obrigada a casar-se muito cedo e que aprendeu a tirar os obstáculos de sua frente tão logo apareçam. Branca de Neve não queria que seu pai fosse para a batalha, ela já tinha problemas demais com sua madrasta. Ela não queria usar corpetes apertadíssimos e se portar como realeza, mas sim aproveitar a sua juventude e se divertir. Sozinha, na companhia apenas de seus estranhos amigos anões, ela sabe que haverá problemas. A rainha não teria problema nenhum com Branca de Neve, desde que ela se portasse como uma dama e não como uma selvagem. Aproveitando a ausência do Rei, ela ensinará algumas lições a enteada, entre outras coisas, ela quer mostrar quem manda ali. Mas Branca de Neve não é do tipo ‘pobre mocinha’. Aliás, Branca de Neve não é do tipo ‘mocinha’, ‘princesa’, ‘esposa’. E esta disputa de forças irá abalar todos no reino. Seja um caçador de passagem, um príncipe desajustado ou os anões à margem da sociedade – quem escolher um lado pagará um preço muito alto pela ousadia!

Veneno-Saga-Encantadas-Sarah-PinboroughSexy, sarcástico e de prender a respiração!

Para os fãs de Once Upon a Time e Grimm, Veneno é a prova de que contos de fadas são para adultos! Não existe ‘Felizes para sempre’!

Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal?

E que princesas podem ser extremamente mimadas?

E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais?

Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam?

Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria ‘um final feliz’ pode se tornar o pior dos pesadelos!

Em um reino distante, um velho rei precisa se ausentar para uma batalha, deixando sua bela filha aos cuidados de sua esposa, uma mulher sexy e de extrema beleza que foi obrigada a casar-se muito cedo e que aprendeu a tirar os obstáculos de sua frente tão logo apareçam. Branca de Neve não queria que seu pai fosse para a batalha, ela já tinha problemas demais com sua madrasta. Ela não queria usar corpetes apertadíssimos e se portar como realeza, mas sim aproveitar a sua juventude e se divertir. Sozinha, na companhia apenas de seus estranhos amigos anões, ela sabe que haverá problemas. A rainha não teria problema nenhum com Branca de Neve, desde que ela se portasse como uma dama e não como uma selvagem. Aproveitando a ausência do Rei, ela ensinará algumas lições a enteada, entre outras coisas, ela quer mostrar quem manda ali. Mas Branca de Neve não é do tipo ‘pobre mocinha’. Aliás, Branca de Neve não é do tipo ‘mocinha’, ‘princesa’, ‘esposa’. E esta disputa de forças irá abalar todos no reino. Seja um caçador de passagem, um príncipe desajustado ou os anões à margem da sociedade – quem escolher um lado pagará um preço muito alto pela ousadia!