cover

Um Gay Suicida em Shangri-la – Enrique Coimbra

Em vez de se entregar à depressão após sobreviver a uma falha tentativa de suicídio, Eduardo pensa: “se cheguei no extremo de tirar minha própria vida, por que não faço tudo que quero?”. Com isso em mente, abandona São Paulo e a família opressora, deixa o namorado preconceituoso para trás e pede carona até chegar na cidade Estrelas, interior do estado do Rio de Janeiro, em busca de novos motivos para se interessar em viver: as primeiras amizades sinceras, a família que nunca teve, novos medos e a possibilidade de um romance inteiro com outro homem. Na jornada à própria Shangri-la, verá que alguns fantasmas são impossíveis de despistar, não importando quantas caronas peça.

Em vez de se entregar à depressão após sobreviver a uma falha tentativa de suicídio, Eduardo pensa: “se cheguei no extremo de tirar minha própria vida, por que não faço tudo que quero?”. Com isso em mente, abandona São Paulo e a família opressora, deixa o namorado preconceituoso para trás e pede carona até chegar na cidade Estrelas, interior do estado do Rio de Janeiro, em busca de novos motivos para se interessar em viver: as primeiras amizades sinceras, a família que nunca teve, novos medos e a possibilidade de um romance inteiro com outro homem. Na jornada à própria Shangri-la, verá que alguns fantasmas são impossíveis de despistar, não importando quantas caronas peça.

1 comentário em “Um Gay Suicida em Shangri-la – Enrique CoimbraAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *