Trótski: Exílio e assassinato de um revolucionário – Bertrand M. Patenaude

Trótski: Exílio e assassinato de um revolucionário – Bertrand M. Patenaude

Rara combinação do homem de ideias com o homem de ação, poucas figuras políticas do século XX despertaram tanta paixão, controvérsia e curiosidade como Leon Trótski. Com ritmo narrativo de thriller hollywoodiano, Patenaude entrelaça magistralmente a história dos últimos anos de Trótski no México com flashbacks de episódios cruciais de sua carreira como jovem marxista, herói revolucionário, chefe do Exército Vermelho, líder bolchevique, proscrito da URSS de Stálin e finalmente herege do Kremlin, marcado para morrer pela polícia secreta do regime. Valendo-se de arquivos da KGB, da correspondência privada e dos diários de Trótski, bem como de testemunhos de seus guarda-costas e secretários, o autor lança luz sobre as tumultuadas relações do líder revolucionário com o casal de pintores Diego Rivera e Frida Kahlo – que incluíram um caso amoroso com Frida – e sobre o tormento que viveu enquanto sua família e camaradas eram vítimas do Grande Terror promovido pelo stalinismo. Absorvente e trágico, ‘Trótski’ ilumina de forma brilhante a vida de uma das figuras mais fascinantes do século XX.

Trótski: Exílio e assassinato de um revolucionário - Bertrand M. PatenaudeRara combinação do homem de ideias com o homem de ação, poucas figuras políticas do século XX despertaram tanta paixão, controvérsia e curiosidade como Leon Trótski. Com ritmo narrativo de thriller hollywoodiano, Patenaude entrelaça magistralmente a história dos últimos anos de Trótski no México com flashbacks de episódios cruciais de sua carreira como jovem marxista, herói revolucionário, chefe do Exército Vermelho, líder bolchevique, proscrito da URSS de Stálin e finalmente herege do Kremlin, marcado para morrer pela polícia secreta do regime. Valendo-se de arquivos da KGB, da correspondência privada e dos diários de Trótski, bem como de testemunhos de seus guarda-costas e secretários, o autor lança luz sobre as tumultuadas relações do líder revolucionário com o casal de pintores Diego Rivera e Frida Kahlo – que incluíram um caso amoroso com Frida – e sobre o tormento que viveu enquanto sua família e camaradas eram vítimas do Grande Terror promovido pelo stalinismo. Absorvente e trágico, ‘Trótski’ ilumina de forma brilhante a vida de uma das figuras mais fascinantes do século XX.

1 comentário em “Trótski: Exílio e assassinato de um revolucionário – Bertrand M. PatenaudeAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *