Transformação – Mariana Cortez

Transformação – Mariana Cortez

Luciana tinha vinte e três anos, namorava há cinco, estudou um ano fora do país, gostava de jazz, usava roupas de grife, cuidava da pele e dos cabelos escuros, que contrastavam com seus grandes olhos claros emoldurados por rímel importado, tinha sorriso de miss.
Renata frequentou consultórios de psicologia quando pequena porque seus pais chegaram à conclusão de que era hiperativa. Foi expulsa de algumas escolas por indisciplina, mas sempre passava de ano com boas notas. No momento tinha vinte e dois anos e ainda não sabia se cursaria Arquitetura, Turismo ou Artes Cênicas.
Camila, melhor amiga de Luciana e Renata completava vinte e um anos. Subiu ao pódio de “best friend” de tipos tão díspares porque era extremamente extrovertida, fácil de se gostar, não distinguia as pessoas, simplesmente se dava. Como a legião de fãs era grande, convidou para sua festa uma fauna exuberante.

 Transformação - Mariana Cortez Mariana Cortez

Luciana tinha vinte e três anos, namorava há cinco, estudou um ano fora do país, gostava de jazz, usava roupas de grife, cuidava da pele e dos cabelos escuros, que contrastavam com seus grandes olhos claros emoldurados por rímel importado, tinha sorriso de miss.
Renata frequentou consultórios de psicologia quando pequena porque seus pais chegaram à conclusão de que era hiperativa. Foi expulsa de algumas escolas por indisciplina, mas sempre passava de ano com boas notas. No momento tinha vinte e dois anos e ainda não sabia se cursaria Arquitetura, Turismo ou Artes Cênicas.
Camila, melhor amiga de Luciana e Renata completava vinte e um anos. Subiu ao pódio de “best friend” de tipos tão díspares porque era extremamente extrovertida, fácil de se gostar, não distinguia as pessoas, simplesmente se dava. Como a legião de fãs era grande, convidou para sua festa uma fauna exuberante.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Faça sua assinatura clicando aqui

 Transformação - Mariana Cortez Mariana Cortez

1 comentário em “Transformação – Mariana CortezAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *