Stalker (A máquina dos sonhos) – Arkadi Strugatsky, Boris Strugatsky

Stalker (A máquina dos sonhos) – Arkadi Strugatsky, Boris Strugatsky

Aliens visitam a Terra e vão embora, deixando para trás inúmeros artefatos de sua tecnologia avançada e incompreensível. Os locais onde esses artefatos foram deixados são áreas de grande risco, conhecidas como “Zonas”. A maneira como a as zonas estão estabelecidas, todavia, indica um padrão que sugere que as mesmas seriam resultantes de impactos de objetos provindos de uma mesma direção, atingindo diferentes lugares da Terra ao acaso, em razão do giro que esta dá em torno do seu eixo.
Várias pessoas se fixam nas fronteiras das zonas. Dentre elas, estão os “stalkers”, que arriscam suas vidas em expedições ilegais para recuperar artefatos dentro das zonas, que são posteriormente vendidos no mercado negro. Dentre estes artefatos – que não obedecem a leis físicas conhecidas – um dos mais procurados é a “esfera dourada”, que, segundo rumores, tem o poder de satisfazer os mais profundos desejos humanos.

Aliens visitam a Terra e vão embora, deixando para trás inúmeros artefatos de sua tecnologia avançada e incompreensível. Os locais onde esses artefatos foram deixados são áreas de grande risco, conhecidas como “Zonas”. A maneira como a as zonas estão estabelecidas, todavia, indica um padrão que sugere que as mesmas seriam resultantes de impactos de objetos provindos de uma mesma direção, atingindo diferentes lugares da Terra ao acaso, em razão do giro que esta dá em torno do seu eixo.
Várias pessoas se fixam nas fronteiras das zonas. Dentre elas, estão os “stalkers”, que arriscam suas vidas em expedições ilegais para recuperar artefatos dentro das zonas, que são posteriormente vendidos no mercado negro. Dentre estes artefatos – que não obedecem a leis físicas conhecidas – um dos mais procurados é a “esfera dourada”, que, segundo rumores, tem o poder de satisfazer os mais profundos desejos humanos.

 

 

 

 

 

1 comentário em “Stalker (A máquina dos sonhos) – Arkadi Strugatsky, Boris StrugatskyAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *