Pesquisar por palavras exatas
Pesquisar por título
Pesquisar no conteúdo
Pesquisar nos posts
Search in pages
Filtrar por Categorias
Antologia
Artbook
Aventura
Biografia
Blog
Clássicos
Didático e Técnico
Direito
Em espanhol
Em inglês
Erótico
Espiritualidade
Fantasia
Ficção Científica
Filosofia
Medicina
Pack
Poesia
Policial/Suspense
Quadrinhos
Revistas
Romance
RPG
Terror
Tutorial
Pesquisar por palavras exatas
Pesquisar por título
Pesquisar no conteúdo
Pesquisar nos posts
Search in pages
Filtrar por Categorias
Antologia
Artbook
Aventura
Biografia
Blog
Clássicos
Didático e Técnico
Direito
Em espanhol
Em inglês
Erótico
Espiritualidade
Fantasia
Ficção Científica
Filosofia
Medicina
Pack
Poesia
Policial/Suspense
Quadrinhos
Revistas
Romance
RPG
Terror
Tutorial

Somos Educação (!?) dá fim à Editora Ática

Compartilhe:

Maria Fernanda Rodrigues, do Estadão Conteúdo

São Paulo – Empenhado, nos últimos meses, na reformulação da emblemática coleção Vaga-Lume e de outras séries tradicionais do catálogo, e fazendo planos para 2016, o departamento editorial da Ática foi surpreendido na sexta-feira, 2, com a notícia de sua extinção.

Isso, em meio às comemorações pelos 50 anos da editora – hoje, assim como a Scipione, ela pertence ao grupo Somos Educação (ex-Abril Educação).

Procurado pelo jornal O Estado de S.Paulo, o grupo disse, em comunicado, que “o objetivo é promover a fusão das equipes editoriais de paradidáticos, didáticos e sistemas de ensino”.

Não se tratava de um grande departamento. O enxugamento já vinha ocorrendo nos últimos anos, mas não de forma tão drástica. Em 2013, havia 18 funcionários. Até sexta, eles eram 7. Agora três editores foram demitidos e os outros quatro profissionais foram realocados para a área de didáticos, incluindo uma grávida. A empresa garante que “manterá sua atuação nos paradidáticos”.

À equipe demitida, porém, foi dito que as operações comerciais desses livros seriam mantidas – em 2015, foram publicados cerca de 90 -, mas que não haveria novos investimentos no catálogo infantojuvenil.

Há pouco mais de 10 dias, quando o jornal O Estado de S.Paulo entrevistou Paulo Verano, gerente editorial de paradidáticos da Ática, sobre a reformulação da Vaga-Lume, havia a ideia de relançar outros títulos dentro do novo projeto gráfico nos próximos anos e até planos de encomendar obras a autores contemporâneos. Mas Verano também foi demitido.

A ver como – ou se – essa coleção lançada nos anos 1970 e que revolucionou a leitura juvenil e a escrita para adolescentes e outras, como a Gato e Rato e Para Gostar de Ler, serão cuidadas a partir de agora.

Não se trata de uma reação ou prevenção a algum tipo de crise, calcula-se. A Somos Educação comprou em junho a área de didáticos da Saraiva. O negócio ainda está sendo avaliado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), mas, se tudo der certo, elas serão uma gigante num lucrativo mercado estimado em R$ 2,4 bilhões – só com o Plano Nacional do Livro Didático 2016, elas devem faturar, juntas, R$ 326 milhões.

(Visited 18 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)