Sobre a liberdade e a sujeição das mulheres – Stuart Mill

Compartilhe:

Dois textos clássicos atestam a atualidade do pensamento de John Stuart Mill.
O indivíduo deve ser livre para direcionar sua vida como preferir em tudo aquilo que não cause dano a terceiros. Homens e mulheres devem viver em igualdade. Essas proposições estão no cerne de Sobre a liberdade e A sujeição das mulheres.
Mill enxergava três fontes de despotismo à sua volta: o Estado, o costume e a opinião pública. Graças a elas, os indivíduos passavam a vida numa existência atrofiada, sem experimentar seu verdadeiro potencial. Contra essa diluição dos indivíduos, Mill elaborou sua defesa da liberdade.
Quanto às mulheres, Mill exige a plena igualdade legal — numa época em que elas sequer podiam votar — e defende que os homens se desvencilhem de antigos preconceitos.
Essas obras poderosas convidam ao exercício de uma ética da liberdade e buscam a compreensão de hábitos e opiniões diferentes dos nossos. Trata-se de pilar fundamental em tempos de intolerância e fanatismo como os de hoje.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Torna-se nosso patrono clicando aqui

(Visited 946 times, 1 visits today)
Compartilhe:

1 thought on “Sobre a liberdade e a sujeição das mulheres – Stuart Mill

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *