preview_capa_sin_city_01

Sin City: A Cidade do Pecado – Frank Miller

Quando a bela Goldie vai para cama com o truculento Marvin, nem ele mesmo acredita em sua sorte. Não consegue entender como uma mulher linda como aquela o escolheu. Não entende, até que o dia amanhece e ela está morta ao seu lado, assassinada. Mesmo não sendo nenhum Einstein, Marvin entende que ela buscava proteção, e ele não conseguiu protegê-la. Agora, ele só que vingar a morte da pessoa que mais amou, mesmo que por uma noite.

Perseguido pela polícia, Marvin só quer encontrar os culpados pelo que aconteceu, mas logo vê que as coisas não serão tão simples assim. A morte de Goldie esconde armadilhas muito mais profundas e atinge pessoas em altos escalões que, talvez nem mesmo Marvin, possa atingir.

Esta foi a estréia de Sin City, publicada nas páginas de Dark Horse Presents e que deu início a um clássico dos quadrinhos que acabou se tornando um longa-metragem nas mãos de Robert Rodriguez, e já está em vias de ter sua continuação lançada nas telas.

Quando a bela Goldie vai para cama com o truculento Marvin, nem ele mesmo acredita em sua sorte. Não consegue entender como uma mulher linda como aquela o escolheu. Não entende, até que o dia amanhece e ela está morta ao seu lado, assassinada. Mesmo não sendo nenhum Einstein, Marvin entende que ela buscava proteção, e ele não conseguiu protegê-la. Agora, ele só que vingar a morte da pessoa que mais amou, mesmo que por uma noite.

Perseguido pela polícia, Marvin só quer encontrar os culpados pelo que aconteceu, mas logo vê que as coisas não serão tão simples assim. A morte de Goldie esconde armadilhas muito mais profundas e atinge pessoas em altos escalões que, talvez nem mesmo Marvin, possa atingir.

Esta foi a estreia de Sin City, publicada nas páginas de Dark Horse Presents e que deu início a um clássico dos quadrinhos que acabou se tornando um longa-metragem nas mãos de Robert Rodriguez, e já está em vias de ter sua continuação lançada nas telas.

1 comentário em “Sin City: A Cidade do Pecado – Frank MillerAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *