Silêncio, Cuba: A Esquerda Democrática Diante Do Regime Da Revolução Cubana – Claudia Hilb

Silêncio, Cuba: A Esquerda Democrática Diante Do Regime Da Revolução Cubana – Claudia Hilb

O ponto de partida de Silêncio Cuba!, de Claudia Hilb foi o enfrentamento da autora com a constatação de que a esquerda democrática demonstra, no tempo decorrido desde a Revolução Cubana, uma enorme dificuldade para pensar o tema de Cuba. Hilb entende que essas dificuldades não se relacionam unicamente com a recusa a revisar as adesões do passado. A autora acredita que, por trás do silêncio público da esquerda democrática, estão razões de cunho político e intelectual mais complexas, que ligam os fins da Revolução Cubana – aos quais tão fervorosamente esta mesma esquerda aderiu no passado – com a forma polí­tica que esses fins encarnaram. Ao adotar um ponto de vista perscrutador, consciente e audacioso, Hilb dá voz, aqui, a uma espécie de ajuste de contas da esquerda democrática com o regime da Revolução Cubana.

Silêncio, Cuba: A Esquerda Democrática Diante Do Regime Da Revolução Cubana - Claudia HilbO ponto de partida de Silêncio Cuba!, de Claudia Hilb foi o enfrentamento da autora com a constatação de que a esquerda democrática demonstra, no tempo decorrido desde a Revolução Cubana, uma enorme dificuldade para pensar o tema de Cuba. Hilb entende que essas dificuldades não se relacionam unicamente com a recusa a revisar as adesões do passado. A autora acredita que, por trás do silêncio público da esquerda democrática, estão razões de cunho político e intelectual mais complexas, que ligam os fins da Revolução Cubana – aos quais tão fervorosamente esta mesma esquerda aderiu no passado – com a forma polí­tica que esses fins encarnaram. Ao adotar um ponto de vista perscrutador, consciente e audacioso, Hilb dá voz, aqui, a uma espécie de ajuste de contas da esquerda democrática com o regime da Revolução Cubana.

1 comentário em “Silêncio, Cuba: A Esquerda Democrática Diante Do Regime Da Revolução Cubana – Claudia HilbAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *