Recado de Primavera – Rubem Braga

Recado de Primavera – Rubem Braga

Há mulheres tão lindas e estranhas que só acontecem pela madrugada em um grande aeroporto internacional.
É verdade que os ovos do macuco são azuis e Gilberto Freyre foi preso no Recife por atentado ao pudor?
Os poetas simbolistas usavam piteiras e a mulher loura que dançava quase nua chamava-se Norka Ruskaia.
Rubem Braga fala dessas coisas, e de muito mais, como a Rainha Nefertite, a Revolução de 1932 em que ele foi correspondente de guerra antes de ir com a FEB para a Itália, o diário secreto de um cara subversivo, a mulher casa-a que sentia uma estranha vontade de navegar e o holandês que cortava pepinos no rio Guadalquivir.
Também conta histórias de nuvens, passarinhos e estrelas brilhando sobre o mar.
Essas coisas de sempre do conhecido Braga de Cachoeiro.

Recado-de-primavera-Rubem-BragaHá mulheres tão lindas e estranhas que só acontecem pela madrugada em um grande aeroporto internacional.
É verdade que os ovos do macuco são azuis e Gilberto Freyre foi preso no Recife por atentado ao pudor?
Os poetas simbolistas usavam piteiras e a mulher loura que dançava quase nua chamava-se Norka Ruskaia.
Rubem Braga fala dessas coisas, e de muito mais, como a Rainha Nefertite, a Revolução de 1932 em que ele foi correspondente de guerra antes de ir com a FEB para a Itália, o diário secreto de um cara subversivo, a mulher casa-a que sentia uma estranha vontade de navegar e o holandês que cortava pepinos no rio Guadalquivir.
Também conta histórias de nuvens, passarinhos e estrelas brilhando sobre o mar.
Essas coisas de sempre do conhecido Braga de Cachoeiro.

1 comentário em “Recado de Primavera – Rubem BragaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *