Quanto é Suficiente?: O Amor Pelo Dinheiro e a Economia da Vida Boa – Robert Skidelsky, Edward Skidelsky

Quanto é Suficiente?: O Amor Pelo Dinheiro e a Economia da Vida Boa – Robert Skidelsky, Edward Skidelsky

«Um livro muito bem escrito e argumentado.» João César das Neves Em 1930, John Maynard Keynes previu que, no espaço de um século, o rendimento per capita aumentaria de forma constante, as necessidades básicas das pessoas seriam satisfeitas e ninguém teria de trabalhar mais de 15 horas por semana ¿ claramente estava errado. Robert Skidelsky e Edward Skidelsky explicam porque Keynes se enganou. Depois, partindo da premissa de que a economia é uma ciência moral, analisam o conceito de vida boa desde Aristóteles à atualidade e mostram como as nossas vidas se afastaram desse ideal. Por fim, fazem um alerta para que repensemos sobre o que realmente importa nas nossas vidas e como o alcançar.

«Um livro muito bem escrito e argumentado.» João César das Neves Em 1930, John Maynard Keynes previu que, no espaço de um século, o rendimento per capita aumentaria de forma constante, as necessidades básicas das pessoas seriam satisfeitas e ninguém teria de trabalhar mais de 15 horas por semana ¿ claramente estava errado. Robert Skidelsky e Edward Skidelsky explicam porque Keynes se enganou. Depois, partindo da premissa de que a economia é uma ciência moral, analisam o conceito de vida boa desde Aristóteles à atualidade e mostram como as nossas vidas se afastaram desse ideal. Por fim, fazem um alerta para que repensemos sobre o que realmente importa nas nossas vidas e como o alcançar.

1 comentário em “Quanto é Suficiente?: O Amor Pelo Dinheiro e a Economia da Vida Boa – Robert Skidelsky, Edward SkidelskyAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *