Por dentro do roteiro: Erros e acertos em Janela indiscreta, Guerra nas estrelas e outros clássicos do cinema – Tom Tstempel

Por dentro do roteiro: Erros e acertos em Janela indiscreta, Guerra nas estrelas e outros clássicos do cinema – Tom Tstempel

Esse não é um manual com regras inflexíveis sobre o que um roteirista pode e o que não pode fazer. Tom Stempel parte do princípio de que uma história é distinta da outra e não adianta seguir um mesmo grupo de regras, as soluções precisam ser diferentes para cada caso. Por isso, optou por analisar grandes obras e terríveis fracassos da história do cinema e mostrar como o trabalho do roteirista — dos primeiros esboços até o roteiro final — se transforma no filme que vemos na tela. São mais de 50 películas analisadas, de “Janela indiscreta” a “American pie”, em que o autor ainda encoraja o leitor a pensar em suas próprias saídas para os problemas que todo profissional da narrativa cinematográfica enfrenta. Quais as más escolhas que fizeram “Titanic”, de James Cameron, ser pior do que a primeira versão do roteiro? Qual foi a contribuição do roteirista John Michael Hayes na obra prima “Janela indiscreta”, dirigida por Alfred Hitchcock? Quais são os erros mais comuns em continuações e filmes em série, como na trilogia “Jurassic Park”? Reunidos em três seções — os bons filmes, os não tão bons e os ruins —, os roteiros analisados cobrem uma grande variedade de gêneros. O resultado são lições de grande importância para profissionais e amantes cinema.

Esse não é um manual com regras inflexíveis sobre o que um roteirista pode e o que não pode fazer. Tom Stempel parte do princípio de que uma história é distinta da outra e não adianta seguir um mesmo grupo de regras, as soluções precisam ser diferentes para cada caso. Por isso, optou por analisar grandes obras e terríveis fracassos da história do cinema e mostrar como o trabalho do roteirista — dos primeiros esboços até o roteiro final — se transforma no filme que vemos na tela. São mais de 50 películas analisadas, de “Janela indiscreta” a “American pie”, em que o autor ainda encoraja o leitor a pensar em suas próprias saídas para os problemas que todo profissional da narrativa cinematográfica enfrenta. Quais as más escolhas que fizeram “Titanic”, de James Cameron, ser pior do que a primeira versão do roteiro? Qual foi a contribuição do roteirista John Michael Hayes na obra prima “Janela indiscreta”, dirigida por Alfred Hitchcock? Quais são os erros mais comuns em continuações e filmes em série, como na trilogia “Jurassic Park”? Reunidos em três seções — os bons filmes, os não tão bons e os ruins —, os roteiros analisados cobrem uma grande variedade de gêneros. O resultado são lições de grande importância para profissionais e amantes cinema.

1 comentário em “Por dentro do roteiro: Erros e acertos em Janela indiscreta, Guerra nas estrelas e outros clássicos do cinema – Tom TstempelAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *