Poesias Eróticas Burlescas e Satíricas – Bocage

Poesias Eróticas Burlescas e Satíricas – Bocage

Um dos livros mais polêmicos da literatura portuguesa, as “Poesias Eróticas, Burlescas e Satíricas”, de Bocage, é uma antologia poética que retrata a faceta mais excêntrica do poeta português.
De grande controvérsia, esta antologia de poemas eróticos e satíricos só foi publicada, pela primeira vez, cerca de cinquenta anos após o falecimento de Bocage. Corria o ano de 1854 e apareceram na sequência de uma publicação das obras completas, em 6 volumes, do autor. Para evitar os tribunais e a sua apreensão, a obra saiu clandestinamente, sem editor explícito e com um local de edição fictício na capa: Bruxelas. Este fato – de não se referir o editor em obras polêmicas – foi prática comum até à implantação da República em 1910.

Poesias Eróticas Burlescas e Satíricas – BocageUm dos livros mais polêmicos da literatura portuguesa, as “Poesias Eróticas, Burlescas e Satíricas”, de Bocage, é uma antologia poética que retrata a faceta mais excêntrica do poeta português.
De grande controvérsia, esta antologia de poemas eróticos e satíricos só foi publicada, pela primeira vez, cerca de cinquenta anos após o falecimento de Bocage. Corria o ano de 1854 e apareceram na sequência de uma publicação das obras completas, em 6 volumes, do autor. Para evitar os tribunais e a sua apreensão, a obra saiu clandestinamente, sem editor explícito e com um local de edição fictício na capa: Bruxelas. Este fato – de não se referir o editor em obras polêmicas – foi prática comum até à implantação da República em 1910.