Os Filhos de Matusalém – Robert A. Heinlein

Os Filhos de Matusalém – Robert A. Heinlein

As Famílias Howard eram o resultado de uma experiência genética, de um programa de cruzamentos, que tinha produzido mais de cem mil pessoas com uma média de vida de século e meio.No ultacivilizado ano de 2125 d.C. esta distinção era intolerável. A sua existência era finalmente conhecida e o mundo inteiro exigia partilhar o “segredo” da eterna juventude.Neste livro somos apresentados a uma das personagens mais recorrentes e brilhantes de toda a obra de Heinlein, Lazarus Long. O homem mais velho do mundo, personalidade absolutamente cativante, com uma mistura de herói e de aldabrão cabeçudo, Long é uma das personagens que Heinlein mais usou em toda a sua vasta bibliografia e neste livro é completamente fascinante. Imaginem o que será ter mais de 150 anos de idade, e estar na posse de todas as suas faculdades e de toda a juventude. Associada à força da juventude, teríamos também o saber e a experiência acumulados de muitos anos de vida. Contudo, muito certamente, continuaríamos a ter traços de personalidade e de carácter que se manteriam iguais …Long é tudo isto e muito mais, é aquilo que se pode chamar de um perfeito cavalheiro (isto quer dizer que pode ser um filho da mãe quando muito bem entender, usando as suas próprias palavras).

As Famílias Howard eram o resultado de uma experiência genética, de um programa de cruzamentos, que tinha produzido mais de cem mil pessoas com uma média de vida de século e meio.No ultacivilizado ano de 2125 d.C. esta distinção era intolerável. A sua existência era finalmente conhecida e o mundo inteiro exigia partilhar o “segredo” da eterna juventude.Neste livro somos apresentados a uma das personagens mais recorrentes e brilhantes de toda a obra de Heinlein, Lazarus Long. O homem mais velho do mundo, personalidade absolutamente cativante, com uma mistura de herói e de aldabrão cabeçudo, Long é uma das personagens que Heinlein mais usou em toda a sua vasta bibliografia e neste livro é completamente fascinante. Imaginem o que será ter mais de 150 anos de idade, e estar na posse de todas as suas faculdades e de toda a juventude. Associada à força da juventude, teríamos também o saber e a experiência acumulados de muitos anos de vida. Contudo, muito certamente, continuaríamos a ter traços de personalidade e de carácter que se manteriam iguais …Long é tudo isto e muito mais, é aquilo que se pode chamar de um perfeito cavalheiro (isto quer dizer que pode ser um filho da mãe quando muito bem entender, usando as suas próprias palavras).

1 comentário em “Os Filhos de Matusalém – Robert A. HeinleinAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *