cover

Onde os velhos não tem vez – Cormac McCarthy

‘Onde os velhos não têm vez’ conta a história assustadora de uma guerra que a sociedade move contra si mesma, uma profunda reflexão sobre os laços de amor, sangue e dever que informam vidas e definem destinos.

Deserto, Texas, anos 80. Caçando antílope perto do Rio Grande, Llewelyn Moss se depara com uma cena de horror – corpos crivados de bala, um carregamento de heroína, e mais de dois milhões de dólares. Jovem veterano da guerra de Vietnã, Moss conhece bem a violência. Mas desta vez é diferente. Quando decide levar o dinheiro, ele sabe que sua vida vai mudar, não necessariamente para melhor. Logo, passa a ser perseguido pelo assassino psicopata Anton Chigurh, contratado por um cartel para reaver o dinheiro. Quem está caçando Chigurh, por sua vez, é um ex-agente das forças especiais norte-americanas. E quem segue o rastro de todos eles, ao longo da fronteira entre o Texas e o México, tentando evitar que mais sangue seja derramado, é o xerife Bell – um homem com valores morais, atormentado por um segredo da Segunda Guerra. Cada personagem parece determinado a encontrar a resposta à pergunta que um deles faz – como se decide o que sacrificar na vida?

‘Onde os velhos não têm vez’ conta a história assustadora de uma guerra que a sociedade move contra si mesma, uma profunda reflexão sobre os laços de amor, sangue e dever que informam vidas e definem destinos.

O Romance foi adaptado pelos Irmãos Cohen em 2007 – com o nome de Onde os Fracos Não Têm Vez no Brasil – e ganhou 4 Oscar, incluído o de Melhor Filme.