O Voo dos Exilados – As Crônicas de Aedyn #02 – Alister McGrath

O Voo dos Exilados – As Crônicas de Aedyn #02 – Alister McGrath

Faz quase um ano desde que Pedro e Júlia visitaram a terra de Aedyn pela primeira vez. Nesse meio tempo muitas coisas aconteceram, como a dura realidade do segundo casamento de seu pai e a convivência com os dois irmãos adotivos.Eles, então, começaram a questionar se tudo o que lhes aconteceu, em Aedyn, não foi um sonho. Com a chegada das férias, Pedro e Júlia voltam para casa. O clima, porém, estava tão pesado que certa noite, eles decidem fugir. Na correria, acabam caindo em um rio parcialmente congelado. Ainda estavam se debatendo em meio ao gelo semiderretido, quando perceberam que estavam de volta a Aedyn – só que dessa vez, acidentalmente, Luísa, a irmã de criação acabou indo com eles! Aedyn não era a mesma. Gritos ecoavam pelo ar. De longe os irmãos contemplavam, completamente imponentes, as pessoas sendo presas, conduzidas a um navio e transportadas a outro país como escravos. E, enquanto Pedro e Júlia imaginavam o que estaria acontecendo com a terra que tanto amavam, um falcão gigante aparece para levá-los ao mesmo lugar onde o Senhor dos Exércitos salvara seu povo séculos atrás. Os três precisam encontrar uma maneira de salvar os prisioneiros e trazê-los de volta para Aedyn. Mas a terra está trepidando e o vulcão começando a soltar fumaça. O tempo deles está acabando.

Faz quase um ano desde que Pedro e Júlia visitaram a terra de Aedyn pela primeira vez. Nesse meio tempo muitas coisas aconteceram, como a dura realidade do segundo casamento de seu pai e a convivência com os dois irmãos adotivos.Eles, então, começaram a questionar se tudo o que lhes aconteceu, em Aedyn, não foi um sonho. Com a chegada das férias, Pedro e Júlia voltam para casa. O clima, porém, estava tão pesado que certa noite, eles decidem fugir. Na correria, acabam caindo em um rio parcialmente congelado. Ainda estavam se debatendo em meio ao gelo semiderretido, quando perceberam que estavam de volta a Aedyn – só que dessa vez, acidentalmente, Luísa, a irmã de criação acabou indo com eles! Aedyn não era a mesma. Gritos ecoavam pelo ar. De longe os irmãos contemplavam, completamente imponentes, as pessoas sendo presas, conduzidas a um navio e transportadas a outro país como escravos. E, enquanto Pedro e Júlia imaginavam o que estaria acontecendo com a terra que tanto amavam, um falcão gigante aparece para levá-los ao mesmo lugar onde o Senhor dos Exércitos salvara seu povo séculos atrás. Os três precisam encontrar uma maneira de salvar os prisioneiros e trazê-los de volta para Aedyn. Mas a terra está trepidando e o vulcão começando a soltar fumaça. O tempo deles está acabando.

 

1 comentário em “O Voo dos Exilados – As Crônicas de Aedyn #02 – Alister McGrathAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *