O viés otimista: Por que somos programados para ver o mundo pelo lado positivo – Tali Sharot

O viés otimista: Por que somos programados para ver o mundo pelo lado positivo – Tali Sharot

Respostas avançadas para perguntas fundamentais. Este é o mote da coleção Origem, em que grandes cientistas explicam questões importantes da existência de maneira clara, atraente e atual. Primeiro livro da britânica Tari Sharot no Brasil, O viés otimista abre a nova coleção de ciências da Rocco explicando por que o ser humano, que em geral gosta de se avaliar como racional, é muito mais otimista do que realista. E o quanto isso é importante para a nossa sobrevivência. Doutora em psicologia e neurociência pela New York University, pesquisadora da University College London e palestrante do circuito Ted Talks, a autora estuda a maneira como essa motivação otimista está programada em nosso órgão mais complexo, o cérebro, protegendo o ser humano de ter suas ações desestimuladas pelas tribulações inevitáveis da vida cotidiana. Também explica o que acontece quando há “falhas” nos processos cerebrais que podem levar à reversão extrema do otimismo, caso da depressão, e as diferenças fundamentais entre pessoas otimistas e pessimistas. Leitura instigante para o público em geral e especialmente para fãs de autores como Leonard Mlodinow (O andar do bêbado, Subliminar), Charles Duhigg (O poder do hábito) e outros.

Respostas avançadas para perguntas fundamentais. Este é o mote da coleção Origem, em que grandes cientistas explicam questões importantes da existência de maneira clara, atraente e atual. Primeiro livro da britânica Tari Sharot no Brasil, O viés otimista abre a nova coleção de ciências da Rocco explicando por que o ser humano, que em geral gosta de se avaliar como racional, é muito mais otimista do que realista. E o quanto isso é importante para a nossa sobrevivência. Doutora em psicologia e neurociência pela New York University, pesquisadora da University College London e palestrante do circuito Ted Talks, a autora estuda a maneira como essa motivação otimista está programada em nosso órgão mais complexo, o cérebro, protegendo o ser humano de ter suas ações desestimuladas pelas tribulações inevitáveis da vida cotidiana. Também explica o que acontece quando há “falhas” nos processos cerebrais que podem levar à reversão extrema do otimismo, caso da depressão, e as diferenças fundamentais entre pessoas otimistas e pessimistas. Leitura instigante para o público em geral e especialmente para fãs de autores como Leonard Mlodinow (O andar do bêbado, Subliminar), Charles Duhigg (O poder do hábito) e outros.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Faça sua assinatura clicando aqui

1 comentário em “O viés otimista: Por que somos programados para ver o mundo pelo lado positivo – Tali SharotAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *