O Tom Ausente de Azul – Jennie Erdal

O Tom Ausente de Azul – Jennie Erdal

Viajando a Edimburgo a trabalho, o francês Edgar Logan prevê uma temporada de iluminação e tranquilidade. Mas, já na Escócia, Edgar conhece por acaso Harry Sanderson e sua cativante esposa, a artista Carrie. A partir daí, sua vida meticulosa passa por um turbilhão, e a viagem que se pretendia estritamente profissional ganha uma carga dramática à qual Edgar nunca se vira acostumado — na verdade, sempre evitara.

Atraído pelo casamento conturbado dos Sanderson, Edgar deve enfrentar seus medos mais profundos e seu crescente interesse pela encantadora Carrie. Quanto mais ele descobre os muitos segredos dessa família, mais a viagem ganha ares de thriller. Edgar não é mais o mesmo homem: o turbilhão (do qual ele não sabe quando nem como sairá) já lhe deixou marcas indeléveis. Logo nele, que parece querer passar pela vida sem deixar assinatura, talvez apenas em sua profissão.

Inspirado na obra do gigante do Iluminismo David Hume, O Tom Ausente de Azul: Uma Aventura Filosófica faz referências a Sócrates, Sartre, Freud, Piaget e Tolstói, entre tantas outras figuras consagradas, e é um retrato tocante, inteligente e espirituoso da implacável condição moderna: da ausência de fé ao flagelo do ciúme; da natureza fugidia da felicidade à capacidade humana de amar.

Viajando a Edimburgo a trabalho, o francês Edgar Logan prevê uma temporada de iluminação e tranquilidade. Mas, já na Escócia, Edgar conhece por acaso Harry Sanderson e sua cativante esposa, a artista Carrie. A partir daí, sua vida meticulosa passa por um turbilhão, e a viagem que se pretendia estritamente profissional ganha uma carga dramática à qual Edgar nunca se vira acostumado — na verdade, sempre evitara.
Atraído pelo casamento conturbado dos Sanderson, Edgar deve enfrentar seus medos mais profundos e seu crescente interesse pela encantadora Carrie. Quanto mais ele descobre os muitos segredos dessa família, mais a viagem ganha ares de thriller. Edgar não é mais o mesmo homem: o turbilhão (do qual ele não sabe quando nem como sairá) já lhe deixou marcas indeléveis. Logo nele, que parece querer passar pela vida sem deixar assinatura, talvez apenas em sua profissão.
Inspirado na obra do gigante do Iluminismo David Hume, O Tom Ausente de Azul: Uma Aventura Filosófica faz referências a Sócrates, Sartre, Freud, Piaget e Tolstói, entre tantas outras figuras consagradas, e é um retrato tocante, inteligente e espirituoso da implacável condição moderna: da ausência de fé ao flagelo do ciúme; da natureza fugidia da felicidade à capacidade humana de amar.

1 comentário em “O Tom Ausente de Azul – Jennie ErdalAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *