O silêncio contra Muamar Kadafi – Andrei Netto

Compartilhe:

Em 10 de março de 2011, familiares, amigos e colegas suspiraram aliviados após vários dias sem notícias do jornalista Andrei Netto no interior da Líbia, então conflagrada pela revolução. O repórter do jornal O Estado de S. Paulo acabava de ser entregue pelas autoridades do claudicante regime líbio aos cuidados do embaixador brasileiro em Trípoli, de onde retornou a sua casa em Paris. Netto, na companhia de um jornalista iraquiano do Guardian, havia sido sequestrado no início do mês por militantes kadafistas na pequena cidade de Sabratha, no oeste do país, e levado para uma prisão secreta nos arredores de Trípoli. A detenção lhe rendeu oito dias de isolamento e deflagrou uma campanha internacional por sua libertação. Os repórteres estavam clandestinamente no país desde fevereiro, cobrindo os primeiros combates do conflito sangrento que meses depois terminaria com a execução de Kadafi por seus captores. Ao longo dos meses que se seguiram, sem se deixar abater pela violência da prisão, Netto retornou à Líbia mais duas vezes para completar a cobertura das hostilidades. Neste livro, o jornalista se propõe a relatar suas experiências humanas e profissionais no país, incluindo diversas entrevistas com vítimas e combatentes.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Torna-se nosso patrono clicando aqui

(Visited 459 times, 1 visits today)
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *