O poder judiciário no Regime Militar – Vladimir Passos de Freitas, Ivy Sabina Ribeiro de Morais, Thanmara Espínola Amaral

O poder judiciário no Regime Militar – Vladimir Passos de Freitas, Ivy Sabina Ribeiro de Morais, Thanmara Espínola Amaral

Este livro ilustra, de forma inédita, a influência que o Regime Militar, ocorrido entre os anos de 1964 e 1985, exerceu sobre os Tribunais, o Poder Judiciário e os Operadores do Direito. Nesta época, a atuação do Poder Executivo limitava a competência do Judiciário e do Legislativo. Por esta razão, a atuação jurisdicional passou a ser em muitos aspectos, submissa às ordens dos militares e aos Atos Institucionais.

 O poder judiciário no Regime Militar - Vladimir Passos de Freitas, Ivy Sabina Ribeiro de Morais, Thanmara Espínola Amaral Vladimir Passos de Freitas Tribunais Thanmara Espínola Amaral Legislativo Judiciário Ivy Sabina Ribeiro de Morais direito

Este livro ilustra, de forma inédita, a influência que o Regime Militar, ocorrido entre os anos de 1964 e 1985, exerceu sobre os Tribunais, o Poder Judiciário e os Operadores do Direito. Nesta época, a atuação do Poder Executivo limitava a competência do Judiciário e do Legislativo. Por esta razão, a atuação jurisdicional passou a ser em muitos aspectos, submissa às ordens dos militares e aos Atos Institucionais.

 O poder judiciário no Regime Militar - Vladimir Passos de Freitas, Ivy Sabina Ribeiro de Morais, Thanmara Espínola Amaral Vladimir Passos de Freitas Tribunais Thanmara Espínola Amaral Legislativo Judiciário Ivy Sabina Ribeiro de Morais direito

1 comentário em “O poder judiciário no Regime Militar – Vladimir Passos de Freitas, Ivy Sabina Ribeiro de Morais, Thanmara Espínola AmaralAdicione o seu →

  1. O poder judiciário no Regime Militar – Vladimir Passos de Freitas & Ivy Sabina Ribeiro de Morais & Thanmara Espínola Amaral

    Este livro ilustra, de forma inédita, a influência que o Regime Militar, ocorrido entre os anos de 1964 e 1985, exerceu sobre os Tribunais, o Poder Judiciário e os Operadores do Direito. Nesta época, a atuação do Poder Executivo limitava a competência do Judiciário e do Legislativo. Por esta razão, a atuação jurisdicional passou a ser em muitos aspectos, submissa às ordens dos militares e aos Atos Institucionais.

  2. Foi um período negro de nossa história… Não que a democracia seja muito melhor… vamos ler esse livro e ver como era a situação jurídica da época, e comparar com a morosidade e incompetência de hoje

  3. Gosto de ler livros e assistir filmes sobre este tema, tem muita gente aqui no Brasil que fala que o regime militar deveria voltar, essas pessoas nem sabem o que estão dizendo.

  4. Bacana o livro, como não vivi essa época para aprender mais, e entender como foi esse período, o melhor rumo é procurar por livros mesmo… Adoro livros sobre a história do Brasil, tais como 1808, 1822, ''guia politicamente incorreto'', ainda quero ler ''a ditadura envergonhada'', que ainda não tive oportunidade, e esse parece uma ótima opção ao acervo, obrigada exilado!!!

  5. Para quem viveu essa época de supressão do Estado de Direito o livro deve ser interessante. Para quem não viveu, o livro deve ser importante para que conheçam o país daquela época e que jamais voltem a flertar com

    qualquer estado totalitário que seja.

  6. Adoro livros sobre a história do Brasil, consegui alguns maravilhosos nesta biblioteca que gostaria de indicar, como por exemplo, 1808, 1822, ”guia politicamente incorreto” e um que aborda o mesmo período que é ”a ditadura envergonhada”, quem ainda não teve oportunidade, e gosta de história, vale muito a pena!!!

  7. Exilado, se você tiver tempo para/puder revisar a coleção do Elio Gaspari sobre a Ditadura seria legal. Já tentei ler uma vez mas as notas de rodapé estavam bagunçadas.

  8. Livro importante, ainda vivemos sobre leis criadas sob a otica da ditadura. Uma forma de entender melhor o Brasil de hoje, para realmente ser "nunca mais"…ainda com o texto da Luciana na cabeça.

  9. Em tempos de julgamento de mensalão e mensaleiros, nada melhor do que a leitura de um livro que retrata uma época em que vigorava a lei do medo e da tortura.

  10. não faco direito, mas é o tipo de literatura indispensável para não ser mais um alienado, e perceber que vivemos nesta pseudo democracia, onde existe uma ditadura mascarada de pensamento e comportamento.

  11. Obrigado. Baixando já.

    No fim das contas todos os poderes instituídos se curvaram aos privilégios da ditadura. Não tinham do que reclamar, especialmente ganhando bons salários.

  12. Parece interessante esse livro.

    Antes da Constituição de 1988 era assim:

    Executivo > Legislativo > Judiciário

    Depois da Constituição de 1988, ficou tudo mais complicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *