O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia – Susan Neiman

O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia – Susan Neiman

O mal ameaça a razão humana, pois desafia a nossa esperança de que o mundo faça sentido. Para os europeus do século XVIII, o terremoto de Lisboa foi o mal manifesto. Hoje vemos o mal como uma questão de crueldade humana e Auschwitz como a sua encarnação extrema. Ao examinar a nossa compreensão do mal – da Inquisição ao terrorismo contemporâneo -, Susan Neiman explora a seguinte questão – em quem nos transformamos ao longo de três séculos que nos separam do início do Iluminismo? Ao fazer isso, ela reescreve a história do pensamento moderno e redireciona a filosofia para as questões que originalmente a ocuparam.

 O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia - Susan Neiman Susan Neiman

 O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia - Susan Neiman Susan Neiman   O mal ameaça a razão humana, pois desafia a nossa esperança de que o mundo faça sentido. Para os europeus do século XVIII, o terremoto de Lisboa foi o mal manifesto. Hoje vemos o mal como uma questão de crueldade humana e Auschwitz como a sua encarnação extrema. Ao examinar a nossa compreensão do mal – da Inquisição ao terrorismo contemporâneo -, Susan Neiman explora a seguinte questão – em quem nos transformamos ao longo de três séculos que nos separam do início do Iluminismo? Ao fazer isso, ela reescreve a história do pensamento moderno e redireciona a filosofia para as questões que originalmente a ocuparam.

 O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia - Susan Neiman Susan Neiman

4 comentários em “O mal no pensamento moderno: Uma história alternativa da filosofia – Susan NeimanAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *