O Judeu – Camilo Castelo Branco

O Judeu – Camilo Castelo Branco

História da vida trágica de Antonio José da Silva, o mais famoso dramaturgo português do seu tempo que acabaria posteriormente por morrer na fogueira às mãos da Inquisição.

Publicado em 1866, a obra “O Judeu” de Camilo Castelo Branco é um romance histórico de homenagem aquele que se tornou na figura representativa dos milhares de judeus portugueses que morreram pela Inquisição entre 1540 e 1794, em Portugal.

Camilo conta aqui a história da sua vida num romance histórico cheio de pormenores da época e detalhes verídicos, muito devido a um estudo de investigação e leitura dos processos de condenação da Inquisição que sobreviveram e não foram, convenientemente, destruídos. Algo que pode parecer invulgar para um autor que se notabilizou pelas suas novelas românticas, mas se tomarmos atenção, há sempre nas obras camilianas fatores históricos e verídicos que se cruzam com o trama das histórias ficcionais que criou, para além de que Camilo enveredou por outras áreas literárias sem ser a Novela. “O Judeu” não é, de fato, o único Romance Histórico de Camilo, mas é, possivelmente o mais detalhado e inspirador.

História da vida trágica de Antonio José da Silva, o mais famoso dramaturgo português do seu tempo que acabaria posteriormente por morrer na fogueira às mãos da Inquisição.

Publicado em 1866, a obra “O Judeu” de Camilo Castelo Branco é um romance histórico de homenagem aquele que se tornou na figura representativa dos milhares de judeus portugueses que morreram pela Inquisição entre 1540 e 1794, em Portugal.

Camilo conta aqui a história da sua vida num romance histórico cheio de pormenores da época e detalhes verídicos, muito devido a um estudo de investigação e leitura dos processos de condenação da Inquisição que sobreviveram e não foram, convenientemente, destruídos. Algo que pode parecer invulgar para um autor que se notabilizou pelas suas novelas românticas, mas se tomarmos atenção, há sempre nas obras camilianas fatores históricos e verídicos que se cruzam com o trama das histórias ficcionais que criou, para além de que Camilo enveredou por outras áreas literárias sem ser a Novela. “O Judeu” não é, de fato, o único Romance Histórico de Camilo, mas é, possivelmente o mais detalhado e inspirador.