endersgamecover-907-x-1378

Ender’s Game: o Jogo do Exterminador – Ender’s Game #01 – Orson Scott Card

No romance, Ender Wiggin é uma criança de seis anos de idade, quando é recrutado para a Escola de Combate Espacial. No futuro criado por Orson Scott Card, a humanidade está em guerra com alienígenas invasores, e muitos dos combates são travados em outros sistemas solares, distantes do nosso. Como não existe uma tecnologia de vôo mais rápido que a luz, nessa ficção científica, os muito jovens são recrutados porque eles estarão maduros quando estiveram em batalha ou quando retornarem à Terra. Usar crianças-soldados como personagens também foi um modo do autor afirmar que toda guerra é um processo de destruição da inocência.
O romance de ficção científica O Jogo do Exterminador foi originalmente lançado nos Estados Unidos em 1985. Ele é uma expansão da noveleta O Jogo do Exterminador, que foi a grande responsável pelo fato de seu autor, Orson Scott Card, ter recebido o Prêmio John W. Campbell, Jr. de melhor escritor estreante, em 1978. A versão romance recebeu os prêmios Hugo 1986 e Nebula 1985 – os dois principais prêmios da ficção científica em língua inglesa. O livro também está na lista de clássicos de John Clute, considerado um dos principais críticos de ficção científica. O Jogo do Exterminador foi publicado no Brasil em 1990, com esse mesmo título, pela Editora Aleph, quando recebeu o Prêmio Nova de Ficção Científica, conferido pela comunidade brasileira de FC.

O Jogo do Exterminador é um romance comovente e cheio de surpresas que parecem inevitáveis, depois que são explicadas.
— New York Times Book Review

Card compreende a condição humana e tem coisas de real valor a dizer a respeito dela. Ele conta a verdade bem – no fim das contas, o único critério de grandeza. O Jogo do Exterminador ainda estará descobrindo novos leitores quando noventa e nove por cento dos livros publicados neste ano estiveram completamente esquecidos.
— Gene Wolfe

[Este] romance de Card é ao mesmo tempo um história envolvente de aventura no espaço, e uma contundente condenação da mente militarista.
— Library Journal

Não vi ninguém que alcançasse a popularidade de Orson Scott Card, seja com leitores ou críticos, desde Robert Heinlein em seu auge, quarenta anos atrás.
— Isaac Asimov

Uma história brilhante, contada tão rápido que não conseguimos parar para pensar… Card é importante porque o que ele diz é importante… E Card é importante por causa da habilidade quase demoníaco da sua escrita, que parece ser clara e aberta, mas que é deliberadamente concebida para balançar nossas mentes – e o faz espantosamente bem.
— John Clute

No romance, Ender Wiggin é uma criança de seis anos de idade, quando é recrutado para a Escola de Combate Espacial. No futuro criado por Orson Scott Card, a humanidade está em guerra com alienígenas invasores, e muitos dos combates são travados em outros sistemas solares, distantes do nosso. Como não existe uma tecnologia de voo mais rápido que a luz, nessa ficção científica, os muito jovens são recrutados porque eles estarão maduros quando estiveram em batalha ou quando retornarem à Terra. Usar crianças-soldados como personagens também foi um modo do autor afirmar que toda guerra é um processo de destruição da inocência.
O romance de ficção científica O Jogo do Exterminador foi originalmente lançado nos Estados Unidos em 1985. Ele é uma expansão da noveleta O Jogo do Exterminador, que foi a grande responsável pelo fato de seu autor, Orson Scott Card, ter recebido o Prêmio John W. Campbell, Jr. de melhor escritor estreante, em 1978. A versão romance recebeu os prêmios Hugo 1986 e Nebula 1985 – os dois principais prêmios da ficção científica em língua inglesa. O livro também está na lista de clássicos de John Clute, considerado um dos principais críticos de ficção científica. O Jogo do Exterminador foi publicado no Brasil em 1990, com esse mesmo título, pela Editora Aleph, quando recebeu o Prêmio Nova de Ficção Científica, conferido pela comunidade brasileira de FC.

 

 

 

 

Sobre o Autor

Card nasceu no Estado de Washington, Estados Unidos, e cresceu na Califórnia, Arizona, e Utah. Serviu como missionário da Igreja dos Santos dos Últimos Dias no Brasil no início da década de 1970. Parte da sua experiência no Brasil aparece no romance Orador dos Mortos, a seqüência de O Jogo do Exterminador. Card também dá aulas e oficinas, e dirige peças de teatro. Atualmente ocupa a posição de professor de escrita e de literatura na Southern Virginia University.

É autor das séries Homecoming e Tales of Alvin Maker, todas best-sellers, assim como os seus romances de fantasia contemporânea Magic Street, Enchantment e o polêmico Lost Boys.

A Primeira Saga de Ender é composta de O Jogo do Exterminador, Orador dos Mortos, Xenocida e Os Filhos da Mente (esses dois últimos publicados pela Devir), iniciada em 1985. Mais recentemente, Card retomou a saga com uma série paralela: Ender’s Shadow, Shadow of the Hegemon, Shadow Puppets e Shadow of Giant – todos best-sellers nacionais nos EUA e em vários países de língua inglesa. Um volume de contos narrando como Ender conheceu alguns dos principais coadjuvantes da saga, First Meetings in Ender’s Universe, também deverá publicado pela Devir.

Orson Scott Card vive em Greensboro, Carolina do Norte, com sua esposa, Kristine Allen Card, e a filha caçula do casal, Zina Margaret.

Curiosidade

Orson morou no Brasil por dois anos quando era missionário voluntário da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

 

6 comentários em “Ender’s Game: o Jogo do Exterminador – Ender’s Game #01 – Orson Scott CardAdicione o seu →

  1. Exilado, quando sai o torrent? Tentei baixar o livro pelo instalador, mas por algum motivo ele alerta "Sem conexão de internet. Por favor, verifique a conexão e tente novamente" na Etapa 1, o que, como pode ver, não é verídico. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *