O Homem Descalço: As Pedras do Caminho – Hebe Laghi de Souza

O Homem Descalço: As Pedras do Caminho – Hebe Laghi de Souza

“Três principais qualidades são marcantes nas páginas desta obra: erudição, simplicidade (sem que confundamos o simples com o fácil ou o raso) e não proselitismo. E rudere: levar das coisas toscas às mais elaboradas é a expressão latina que origina o vocábulo erudição. Portanto, erudição é meio e não fim. Por ser meio é que a erudição deve servir à boa e simples comunicação, e não a exibições de importância. O não proselitismo, além de fazer justiça à inteligência da autora, é inteiramente coerente com sua linha de fé no ‘cristianismo redivivo’ de Allan Kardec.” – Prof. Regis de Morais, PhD.

O-Homem-Descalço-As-Pedras-do-Caminho-Hebe-Laghi-de-Souza“Três principais qualidades são marcantes nas páginas desta obra: erudição, simplicidade (sem que confundamos o simples com o fácil ou o raso) e não proselitismo. E rudere: levar das coisas toscas às mais elaboradas é a expressão latina que origina o vocábulo erudição. Portanto, erudição é meio e não fim. Por ser meio é que a erudição deve servir à boa e simples comunicação, e não a exibições de importância. O não proselitismo, além de fazer justiça à inteligência da autora, é inteiramente coerente com sua linha de fé no ‘cristianismo redivivo’ de Allan Kardec.” – Prof. Regis de Morais, PhD.

1 comentário em “O Homem Descalço: As Pedras do Caminho – Hebe Laghi de SouzaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *