O Escritor e sua Missão – Goethe, Dostoiévski, Ibsen e outros – Thomas Mann

O Escritor e sua Missão – Goethe, Dostoiévski, Ibsen e outros – Thomas Mann

O escritor alemão Thomas Mann ficou mundialmente conhecido por romances como Montanha mágica e O Doutor Fausto. Mas, no Brasil, pouco se fala de seus ensaios sobre literatura. Mesmo na Alemanha só parte de sua vasta obra não-ficcional foi publicada e, até hoje, não se sabe quantos ensaios ao todo foram escritos por Mann. O escritor e sua missão reúne doze desses ensaios dedicados à obra autores alemães, austríacos, russos, franceses, ingleses e noruegueses, como Dostoiévski e Zola.

Thomas Mann participou ativamente do debate público sobre as questões de seu tempo, comentou os acontecimentos na Alemanha e refletiu sobre o passado e o futuro da cultura alemã e europeia. Sua contribuição é considerada hoje parte importante da história política, social e cultural da Alemanha moderna. Seus ensaios sobre literatura acompanham a produção de seus romances e são fluidas as fronteiras que diferem sua obra ficcional da ensaística. Em alguns momentos o leitor terá a impressão de que o autor comenta seus próprios textos ao analisar os escritos alheios. Um livro essencial para se aprofundar não apenas na obra de escritores modernos europeus, mas no contexto em que foram realizados os seus escritos.

O escritor alemão Thomas Mann ficou mundialmente conhecido por romances como Montanha mágica e O Doutor Fausto. Mas, no Brasil, pouco se fala de seus ensaios sobre literatura. Mesmo na Alemanha só parte de sua vasta obra não-ficcional foi publicada e, até hoje, não se sabe quantos ensaios ao todo foram escritos por Mann. O escritor e sua missão reúne doze desses ensaios dedicados à obra autores alemães, austríacos, russos, franceses, ingleses e noruegueses, como Dostoiévski e Zola.

Thomas Mann participou ativamente do debate público sobre as questões de seu tempo, comentou os acontecimentos na Alemanha e refletiu sobre o passado e o futuro da cultura alemã e europeia. Sua contribuição é considerada hoje parte importante da história política, social e cultural da Alemanha moderna. Seus ensaios sobre literatura acompanham a produção de seus romances e são fluidas as fronteiras que diferem sua obra ficcional da ensaística. Em alguns momentos o leitor terá a impressão de que o autor comenta seus próprios textos ao analisar os escritos alheios. Um livro essencial para se aprofundar não apenas na obra de escritores modernos europeus, mas no contexto em que foram realizados os seus escritos.