O dia em que matei meu pai – Mario Sabino

O dia em que matei meu pai – Mario Sabino

Mesclando suspense, tragédia e uma profunda reflexão sobre a alma humana, o romance O dia em que matei meu pai assinala a estréia de Mario Sabino – editor-executivo de Artes e Espetáculos da revista Veja – na literatura. Partindo de uma trama aparentemente simples, a do narrador que conta à sua analista os motivos pelos quais matou o pai, o autor desenvolve uma obra na qual a psicanálise, a filosofia, a religião e a literatura se sobrepõem num discurso marcado pela dissimulação. Uma história de mistério em que o leitor deve descobrir não o crime ou o criminoso – explícitos desde o título – mas as motivações para o ato.

Mesclando suspense, tragédia e uma profunda reflexão sobre a alma humana, o romance O dia em que matei meu pai assinala a estréia de Mario Sabino – editor-executivo de Artes e Espetáculos da revista Veja – na literatura. Partindo de uma trama aparentemente simples, a do narrador que conta à sua analista os motivos pelos quais matou o pai, o autor desenvolve uma obra na qual a psicanálise, a filosofia, a religião e a literatura se sobrepõem num discurso marcado pela dissimulação. Uma história de mistério em que o leitor deve descobrir não o crime ou o criminoso – explícitos desde o título – mas as motivações para o ato.

1 comentário em “O dia em que matei meu pai – Mario SabinoAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *