O clube do livro: Ser leitor, que diferença faz? - Luzia de Maria Luzia de Maria

O clube do livro: Ser leitor, que diferença faz? – Luzia de Maria

Tudo começou com um clube do livro, em uma escola pública brasileira, o Liceu Nilo Peçanha, em Niterói – RJ, em 1982. Jovens sedentos de descobertas, a literatura exercendo fascínio, um professor apaixonado. A intimidade com que Luzia de Maria trafega pela literatura foi essencial para o sucesso do clube. Como um artesão criativo, depois de experimentar ali as ferramentas adequadas na desafiadora tarefa de formar leitores, ela fez das aulas de literatura, nos anos seguintes, um fértil território de descobertas e crescimento. Com a literatura reinando soberana.
Mas aqueles jovens de 1987 superaram todas as expectativas: leram 40, 50 e alguns até 70 livros em um ano escolar. Tornaram-se íntimos de Moacir Lopes, José J. Veiga, João Ubaldo Ribeiro, Oswaldo França Jr., Fernando Morais, Lya Luft, Clarice Lispector, Isabel Allende, Gabriel García Márquez e muitos outros.
Vinte anos se passaram. Luzia de Maria tornou-se professora da Universidade Federal Fluminense, criou jornal e revista para falar de leitura, fez centenas de palestras sobre o tema Brasil a fora, escreveu diversos livros.

 O clube do livro: Ser leitor, que diferença faz? - Luzia de Maria Luzia de Maria

Tudo começou com um clube do livro, em uma escola pública brasileira, o Liceu Nilo Peçanha, em Niterói – RJ, em 1982. Jovens sedentos de descobertas, a literatura exercendo fascínio, um professor apaixonado. A intimidade com que Luzia de Maria trafega pela literatura foi essencial para o sucesso do clube. Como um artesão criativo, depois de experimentar ali as ferramentas adequadas na desafiadora tarefa de formar leitores, ela fez das aulas de literatura, nos anos seguintes, um fértil território de descobertas e crescimento. Com a literatura reinando soberana.
Mas aqueles jovens de 1987 superaram todas as expectativas: leram 40, 50 e alguns até 70 livros em um ano escolar. Tornaram-se íntimos de Moacir Lopes, José J. Veiga, João Ubaldo Ribeiro, Oswaldo França Jr., Fernando Morais, Lya Luft, Clarice Lispector, Isabel Allende, Gabriel García Márquez e muitos outros.
Vinte anos se passaram. Luzia de Maria tornou-se professora da Universidade Federal Fluminense, criou jornal e revista para falar de leitura, fez centenas de palestras sobre o tema Brasil a fora, escreveu diversos livros.

 O clube do livro: Ser leitor, que diferença faz? - Luzia de Maria Luzia de Maria

1 comentário em “O clube do livro: Ser leitor, que diferença faz? – Luzia de MariaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *