O ano em que sonhamos perigosamente – Slavoj Žižek

O ano em que sonhamos perigosamente – Slavoj Žižek

Este livro tem sido considerado um dos mais originais e provocativos teóricos da contemporaneidade. Zizek coloca-se diante da difícil tarefa de pensar a conjuntura global sob uma perspectiva renovadora. Por isso o filósofo esloveno Slavoj Zizek oferece uma análise crítica de 2011 e no qual emergiu uma série de mobilizações globais de caráter contestatório. A obra dá continuidade ao trabalho de reelaboração teórica já anunciado nos livros Em defesa das causas perdidas e Vivendo no fim dos tempos. Invocando a expressão persa war nam nihadan – “matar uma pessoa enterrar o corpo e plantar flores sobre a cova para escondê-la” – a fim de descrever o atual processo de neutralização desses acontecimentos e seus significados.

O ano em que sonhamos perigosamente – Slavoj ZizekEste livro tem sido considerado um dos mais originais e provocativos teóricos da contemporaneidade. Zizek coloca-se diante da difícil tarefa de pensar a conjuntura global sob uma perspectiva renovadora. Por isso o filósofo esloveno Slavoj Zizek oferece uma análise crítica de 2011 e no qual emergiu uma série de mobilizações globais de caráter contestatório. A obra dá continuidade ao trabalho de reelaboração teórica já anunciado nos livros Em defesa das causas perdidas e Vivendo no fim dos tempos. Invocando a expressão persa war nam nihadan – “matar uma pessoa enterrar o corpo e plantar flores sobre a cova para escondê-la” – a fim de descrever o atual processo de neutralização desses acontecimentos e seus significados.