Neve de Primavera – Yukio Mishima

Neve de Primavera – Yukio Mishima

Tóquio, 1912. O mundo hermético da antiga aristocracia da era Meiji está sendo invadido por ricas famílias das províncias sem o peso da tradição e com costumes e aspirações que imitam o modelo europeu da Belle Époque.
Dessa elite emergente faz parte o ambicioso marquês de Matsugae, cujo filho Kiyoaki é enviado para a elegante família do conde Ayakura, membro da nobreza em declínio, para ser preparado a assumir seu lugar na corte quando atingir a maioridade.
Ao longo dos anos, Kiyoaki se vê às voltas com a tensão entre a velha e a nova aristocracia, ao mesmo tempo amando e odiando a elegante e animada Satoko Ayakura. Como testemunha das aventuras amorosas e sonhos de Kiyoaki está seu único amigo Honda Shigekuni.
A tetralogia Mar da fertilidade, que começa com este Neve de primavera, cobre um período de mais de setenta anos e quatro gerações, examinando por meio da ficção as raízes e os problemas da modernidade no Japão – uma obra fundamental para a compreensão do Oriente na era contemporânea.

Tóquio, 1912. O mundo hermético da antiga aristocracia da era Meiji está sendo invadido por ricas famílias das províncias sem o peso da tradição e com costumes e aspirações que imitam o modelo europeu da Belle Époque.
Dessa elite emergente faz parte o ambicioso marquês de Matsugae, cujo filho Kiyoaki é enviado para a elegante família do conde Ayakura, membro da nobreza em declínio, para ser preparado a assumir seu lugar na corte quando atingir a maioridade.
Ao longo dos anos, Kiyoaki se vê às voltas com a tensão entre a velha e a nova aristocracia, ao mesmo tempo amando e odiando a elegante e animada Satoko Ayakura. Como testemunha das aventuras amorosas e sonhos de Kiyoaki está seu único amigo Honda Shigekuni.
A tetralogia Mar da fertilidade, que começa com este Neve de primavera, cobre um período de mais de setenta anos e quatro gerações, examinando por meio da ficção as raízes e os problemas da modernidade no Japão – uma obra fundamental para a compreensão do Oriente na era contemporânea.

1 comentário em “Neve de Primavera – Yukio MishimaAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *