Moby Dick – Herman Melville

Moby Dick – Herman Melville

Esta nova tradução se vale da longa experiência acadêmica da tradutora Irene Hirsch com a obra do autor (mestrado na USP sobre traduções de Moby Dick (1851) no Brasil; tradutora de Bartleby, O Escrivão) e de um minucioso trabalho de cotejos e pesquisa de vocabulário náutico por parte do tradutor Alexandre Barbosa de Souza.
A edição traz ainda um valioso apêndice, elaborado pelo pesquisador Bruno Gambarotto, com três textos fundamentais para a compreensão da obra:
– Resenha de Evert Duyckinck, amigo de Melville que acompanhou de perto todas as etapas do romance, publicada em 1851;
– Clássico ensaio de D.H. Lawrence, um dos responsáveis pela retomada modernista de Melville, que morreu esquecido (1819-1891), incluído em Studies in Classic American Literature, de 1923;
– trecho do célebre estudo de F.O. Mathiessen, American Renaissance, de 1941, o maior especialista no chamado Renascimento Americano, que incluía Edgar Allan Poe, Walt Whitman e Herman Melville;
– Glossário Náutico ilustrado e uma vasta Bibliografia selecionada e atualizada. O Glossário eliminou a necessidade de muitas notas de tradução para termos técnicos – o que deu destaque às saborosas notas do próprio Melville, que raramente eram reproduzidas integralmente em edições fora dos Estados Unidos.

Moby Dick - Herman MelvilleEsta nova tradução se vale da longa experiência acadêmica da tradutora Irene Hirsch com a obra do autor (mestrado na USP sobre traduções de Moby Dick (1851) no Brasil; tradutora de Bartleby, O Escrivão) e de um minucioso trabalho de cotejos e pesquisa de vocabulário náutico por parte do tradutor Alexandre Barbosa de Souza.
A edição traz ainda um valioso apêndice, elaborado pelo pesquisador Bruno Gambarotto, com três textos fundamentais para a compreensão da obra:
– Resenha de Evert Duyckinck, amigo de Melville que acompanhou de perto todas as etapas do romance, publicada em 1851;
– Clássico ensaio de D.H. Lawrence, um dos responsáveis pela retomada modernista de Melville, que morreu esquecido (1819-1891), incluído em Studies in Classic American Literature, de 1923;
– trecho do célebre estudo de F.O. Mathiessen, American Renaissance, de 1941, o maior especialista no chamado Renascimento Americano, que incluía Edgar Allan Poe, Walt Whitman e Herman Melville;
– Glossário Náutico ilustrado e uma vasta Bibliografia selecionada e atualizada. O Glossário eliminou a necessidade de muitas notas de tradução para termos técnicos – o que deu destaque às saborosas notas do próprio Melville, que raramente eram reproduzidas integralmente em edições fora dos Estados Unidos.


6 comentários em “Moby Dick – Herman MelvilleAdicione o seu →

  1. Exilado, já tentei baixar os links mas não consigo. Aparece uma mensagem do servidor do Ad.fly que o arquivo não foi encontrado. Já tentei usar até VPN e Tor e não consegui. Se puder me ajudar, agradeço. O site me tem sido muito útil nos estudos.
    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *