Middlemarch – George Eliot

Middlemarch – George Eliot

Romance de George Eliot, pseudônimo de Mary Anne Evans, posteriormente Marian Evans. É seu sétimo romance, começado em 1869, e posto de lado durante o adoecimento terminal de Thorton Lewes, o filho de seu companheiro George Henry Lewes. Durante o ano seguinte Eliot retomou o trabalho, fundindo várias histórias em um todo coeso, e durante os anos de 1871 e 1872, o romance foi publicado em série. A primeira edição em um volume foi publicado em 1874, e atraiu grandes vendas.

O romance se passa numa cidade fictícia das Midlands, Middlemarch, no período de 1830 a 1832 Tem muitas tramas com grande número de personagens, e, apesar de suas distintas (mas interligadas) narrativas, busca um número de temas subliminares, incluindo o status das mulheres, a natureza do casamento, o idealismo e o interesse pessoal, religião e hipocrisia, reforma política e educação. O andamento é suave, e o tom levemente didático (com uma voz autoral que ocasionalmente irrompe da narração ), e o quadro é bastante amplo.

Virginia Woolf disse deste livro que é “um dos poucos romances ingleses escritos para gente grande”.

Middlemarch – George EliotRomance de George Eliot, pseudônimo de Mary Anne Evans, posteriormente Marian Evans. É seu sétimo romance, começado em 1869, e posto de lado durante o adoecimento terminal de Thorton Lewes, o filho de seu companheiro George Henry Lewes. Durante o ano seguinte Eliot retomou o trabalho, fundindo várias histórias em um todo coeso, e durante os anos de 1871 e 1872, o romance foi publicado em série. A primeira edição em um volume foi publicado em 1874, e atraiu grandes vendas.

O romance se passa numa cidade fictícia das Midlands, Middlemarch, no período de 1830 a 1832 Tem muitas tramas com grande número de personagens, e, apesar de suas distintas (mas interligadas) narrativas, busca um número de temas subliminares, incluindo o status das mulheres, a natureza do casamento, o idealismo e o interesse pessoal, religião e hipocrisia, reforma política e educação. O andamento é suave, e o tom levemente didático (com uma voz autoral que ocasionalmente irrompe da narração ), e o quadro é bastante amplo.

Virginia Woolf disse deste livro que é “um dos poucos romances ingleses escritos para gente grande”.

1 comentário em “Middlemarch – George EliotAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *