Linhas – Sophia Bennett

Linhas – Sophia Bennett

Nonie é fascinada por moda e adora customizar as próprias roupas. Por causa disso, seu jeito de vestir é completamente diferente do de todas as outras adolescentes de 14 anos em Londres. Ainda assim, ela não tem muita certeza de que é realmente boa em alguma coisa, o que é uma vergonha, já que uma de suas melhores amigas, Jenny, acaba de participar de uma superprodução do cinema ao lado do casal de atores mais quente de Hollywood (para não mencionar o astro adolescente do momento), e a outra amiga, Edie, é a melhor da classe em tudo e aparentemente vai conseguir salvar o mundo antes mesmo de entrar para a faculdade (Harvard, evidentemente).

Quando as três amigas conhecem Crow, uma garotinha refugiada de Uganda que se veste com asas de fada e tutus de balé e tem um talento impressionante como estilista – mas também tem dificuldades para aprender a ler e sofre com a implicância de outras meninas da escola -, elas decidem ajudá-la, cada uma à sua maneira. Mas quem realmente está ajudando quem? Divididas entre o que parece ser o céu de qualquer fashionista e a causa humanitária das crianças na guerra civil de Uganda, elas acabam descobrindo que nada é mais importante que seguir os próprios sonhos.

Nonie é fascinada por moda e adora customizar as próprias roupas. Por causa disso, seu jeito de vestir é completamente diferente do de todas as outras adolescentes de 14 anos em Londres. Ainda assim, ela não tem muita certeza de que é realmente boa em alguma coisa, o que é uma vergonha, já que uma de suas melhores amigas, Jenny, acaba de participar de uma superprodução do cinema ao lado do casal de atores mais quente de Hollywood (para não mencionar o astro adolescente do momento), e a outra amiga, Edie, é a melhor da classe em tudo e aparentemente vai conseguir salvar o mundo antes mesmo de entrar para a faculdade (Harvard, evidentemente). Quando as três amigas conhecem Crow, uma garotinha refugiada de Uganda que se veste com asas de fada e tutus de balé e tem um talento impressionante como estilista – mas também tem dificuldades para aprender a ler e sofre com a implicância de outras meninas da escola -, elas decidem ajudá-la, cada uma à sua maneira. Mas quem realmente está ajudando quem? Divididas entre o que parece ser o céu de qualquer fashionista e a causa humanitária das crianças na guerra civil de Uganda, elas acabam descobrindo que nada é mais importante que seguir os próprios sonhos.