lagrimas_na_chuva_8525411744_hd

Lágrimas na Chuva – Sergio Faraco

Em 1963, Faraco pertencia ao Partido Comunista Brasileiro. No final do ano, num dos programas do PCUS (Partido Comunista da União Soviética) para estrangeiros, foi convidado para estudar em Moscou, centro do poder da extinta URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas).

Em 1963, Faraco pertencia ao Partido Comunista Brasileiro. No final do ano, num dos programas do PCUS (Partido Comunista da União Soviética) para estrangeiros, foi convidado para estudar em Moscou, centro do poder da extinta URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). Uma aventura enriquecedora, amarga e perigosa, que durou pouco mais de um ano. O fascínio de uma cultura riquíssima, a mesquinharia da política, a intolerância dos burocratas, os radicalismos insensatos e uma pungente história de amor compõem este painel que é um misto de relato de viagem e livro de memórias, a culminar num grande pesadelo. Depois de uma série de conflitos com chefetes políticos ligados aos partidos brasileiro e soviético, Faraco foi internado em regime de reclusão, sob pesada bateria de medicamentos, numa clínica de “reeducação”. Era este, na época, um procedimento de rotina em relação àqueles que se rebelavam contra o ultra-esquerdismo do Partido. Esse período dramático é narrado passo a passo.

Quer baixar rapidamente e sem propaganda? Torna-se nosso patrono clicando aqui

 

1 comentário em “Lágrimas na Chuva – Sergio FaracoAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *