Laços de Família – Clarice Lispector

Laços de Família – Clarice Lispector

Com treze contos, esta coletânea contém algumas das obras-primas da narrativa curta brasileira. Neles, os personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. Clarice cria situações onde uma revelação, que desconstrói e ameaça a realidade, desvela a existência e aponta para uma apreensão filosófica da vida. A autora trata a solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona de casa (“Devaneio e embriaguez duma rapariga”, “Amor”, “A imitação da rosa”), do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca (“Feliz aniversário”), da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres (“Preciosidade”, “O búfalo”), ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, como o drama do professor de Matemática diante do abandono e da morte de um animal.

Com treze contos, esta coletânea contém algumas das obras-primas da narrativa curta brasileira. Neles, os personagens são sempre surpreendidos por uma modalidade perturbadora do insólito, no meio da banalidade de seus cotidianos. Clarice cria situações onde uma revelação, que desconstrói e ameaça a realidade, desvela a existência e aponta para uma apreensão filosófica da vida. A autora trata a solidão, a morte, a incomunicabilidade e os abismos da existência através da rotina de dona de casa (“Devaneio e embriaguez duma rapariga”, “Amor”, “A imitação da rosa”), do mergulho trágico em uma festa familiar nos 89 anos da matriarca (“Feliz aniversário”), da domesticação da natureza mais selvagem das mulheres (“Preciosidade”, “O búfalo”), ou dos pequenos crimes cometidos contra a consciência, como o drama do professor de Matemática diante do abandono e da morte de um animal.