Kindle Paperwhite: impressões

Compartilhe:

Fonte: Ao rés do chão

Bem, comprei o Paperwhite. Vendi meu Kobo Touch e voltei para o ecossistema da Amazon – mas agora com o final .com.br

Continuo achando os dois aparelhos muito bons (caso você não tenha visto, aqui está meu post sobre o Kobo), mas resolvi voltar para o Kindle por 3 motivos:

  1. A luz: leio bastante na cama, e a luz vai ser de muita ajuda.
  2. O email/Send to kindle: tenho preguiça de colocar o cabo toda vez que quero um livro diferente. O email da Amazon facilita muito.
  3. Os destaques em arquivo separado: os destaques feitos no Kindle ficam armazenados em um arquivo separado que pode ser consultado depois, quase um fichamento automático.

Mas sei também que nessa migração perdi algumas coisas, como a possibilidade de formatos mais variados do Kobo, a beleza (convenhamos, o Kobo Touch é o ereader mais bonito do mercado) e a leveza (o Kindle é mais pesado, é pouco, mas faz diferença). São escolhas… Como disse, acho os dois aparelhos muito bons.

Agora vamos à tabelinha atualizada:

ESPECIFICAÇÕES KINDLE PAPERWHITE KOBO GLO
PREÇO R$ 479 R$ 399 (no +Cultura)
TAMANHO 169 mm x 117 mm x 9.1 mm  114 mm X 157 mm X 10 mm
PESO 213g 185g
TELA E-ink Paperwhite 6″, resolução de 1024×758 píxeis a 212 ppi E-ink Pearl 6″, resolução 1024×758
ARMAZENAMENTO 2gb, sendo 1,25gb para conteúdo 2gb, sendo 1gb para conteúdo
EXTRA Nuvem de armazenamento online ilimitada Expande até 32gb com cartão mini SD
CONEXÃO WiFi (existe a opção 3G, R$699) WiFi
BATERIA Até 1 mês, dependendo do uso da wifi Até 1 mês, dependendo do uso da wifi
RECARGA 4h via cabo USB 4h via cabo USB
FORMATOS AZW, TXT, PDF, MOBI, PRC (HTML, DOC, DOCX, JPEG, GIF, PNG e BMP através de conversão) EPUB, PDF, MOBI, JPEG, GIF, PNG, TIFF, TXT, HTML, XHTML, RTF, CBZ e CBR
CORES Preto Preto, Prata, Azul e Rosa
GARANTIA 1 ano 1 ano
COMPARTILHAMENTO Facebook e Twitter Facebook e Reading Life
SINCRONIZAÇÃO Sincroniza dispositivo e aplicativos de smartphones, tablets e PCs Sincroniza dispositivo e aplicativos de smartphones, tablets e PCs
FORMATAÇÃO DE TEXTO 8 tamanhos de fontes, 3 estilos de fontes 24 tamanhos de fontes, 11 estilos de fontes
(Visited 22 times, 1 visits today)
Compartilhe:

9 thoughts on “Kindle Paperwhite: impressões”

  1. A comparação teria sido um cadinho mais justa se fosse com o Kobo Glo, mas como o texto é de uma experiência pessoal realmente tá valendo. Especialmente pelo "send to kindle" e o kindle cloud" que são puro amor.

  2. Os seus livros estão sem capa porque você com certeza transferiu eles via USB. Se você mandar por seu email kindle as capas são preservadas.

  3. O grande ponto negativo que vejo no Kobo Glo que tenho é que a luz miníma dele ainda é muito forte. Vou para o trabalho de ônibus e mesmo assim a iluminação dele ainda causa um certo desconforto, já que está tudo escuro. Acho que nesse quesito o kindle paperwhite desbancou e muito a Kobo.

  4. Kindle por que:

    1. Veloz, muito, muito mais que o lento e cansado Kobo. Ele não é tão personalizável como o Kobo, tem al lógica da Apple: it just works.

    2. A capa oficial da Amazon possui destravamento automático da tela, assim como no iPad.

    3. Kindle Cloud: imbatível. Além deste e-mail, a Amazon fornece programas que se integram ao sistema. Basta clicar com toque secundário do "mouse" e ele envia automaticamente para o Kindle. Extensão do Readability para navegadores. Ele envia qualquer página reformatada para leitura em modo artigo, com apenas um clique, diretamente para o Kindle. Novos sites estão embutindo uma nova tecla semelhante ao Google Plus para enviar qualquer coisa direto ao Kindle.

    4. Quando conectado em Wi-Fi, é possível ver a tradução de várias para várias línguas.

    5. Colocam-se os marcadores de páginas, porém há a sincronização secundária entre todos os dispositivos.

    6. Arquivos limitados… Existe um programa chamado Calibre, que organiza a biblioteca, refaz capa, reedita, recodifica em diversos formatos. Logo, qualquer ePub se torna .mobi com um toque.

    7. Nunca conectei ao computador. Não precisa. Mesmo arquivos enviados pela nuvem lá ficam armazenados, ainda que não seja livro comprado na Amazon.

    8. Amazon tem a mais vasta coleção e número de títulos disponíveis. O mercado americano se divide em sua maioria Kindles, secundariamente Nooks, seguido pelo Kobo, que não é (era) tão popular por lá.

    9. Já mencionei que o Kobo é lento, muuuuuuito lento, demorado, irritativo, mesmo para fazer ajustes simples de letras, além de quebrar a formatação e não adaptá-la uniformemente para a tela. Não se podem comparar Tablets com E-Readers, são aparelhos distintos.

    10. Mesmo o Kindle 4/5 (comum) é mais rápido que qualquer Kobo. A tela do Kobo é ligeiramente mais brilhante, mas sinceramente, nunca vi alguém usar luz máxima para cegar-se enquanto lê.

    11. O Kobo tem estatísticas de leituras, de forma de rede social. O Kindle só compartilha trechos. Porém, a Amazon comprou a maior rede social de Leitura (GoodReads), provavelmente funções sociais se expandirão. Mas honestamente, queremos ler. Se eu quero fazer mais coisas, vou ao iPad (que tem função diferente de E-Reader com tela e-ink).

    12. O Projeto Gutemberg com todas as obras que perderam copyright até 1940, oferece download automático em formato AZW/MOBI. Formatos não são problemas, como já mencionado.

    13. Sim, eu sou desenfor ferrenho do Kindle, já tive 2 previamentes. O Kobo nunca me animou. O Nook Simple Touch foi a sensação (devida à luz) antes do lançamento do Kindle Paperwhite.

    P.S.: aquilo não é microfone, é um LED de indicação de aparelho saindo do repouso e carregando.

    14. Se ainda houver dúvidas, empreste de um amigo e compare na loja lado a lado. Tente modificar parâmetros de leitura, renderização em tela. Quando clicar no Kobo, vá fazer um café e depois volte. Enquanto isso você já leu 3 páginas no Kindle.

    =)

  5. Eu tenho o Kindle Paperwhite. O grande problema para mim é a falta de um programa que permita gerenciar as coleções.

    O que seria ideal: Eu montaria a estrutura de folders, onde cada folder seria uma coleção, e colocaria os grupos de livros em seus respectivos folders. Quando eu estivesse satisfeito, simplesmente os copiaria para o Kindle, via USB. Dessa forma o Kindle deveria entender que cada folder é uma coleção e cada arquivo dentro do folder é parte dessa coleção. Simples, rápido.

    O Callibre possui um plugin para gerenciar coleções, mas sinceramente, esse programa é muito ruim. Pesado, complexo.

    Outro problema é a falta de uma interface no proprio site Amazon para apagar/gerenciar o conteudo da nuvem.

    Sinceramente, nota 0 para o gerenciamento do Kindle.

Send a Comment

Your email address will not be published.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)