Inveja: Como ela mudou a História do Mundo – Série Sete Pecados na História – Alexandre Carvalho

Inveja: Como ela mudou a História do Mundo – Série Sete Pecados na História – Alexandre Carvalho

“Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, já disse Jesus lá na Bíblia. Mas, dependendo da intenção de quem jogasse, também seria considerado um pecador. Se lançasse a pedra com raiva, com certeza teria agido com Ira. Se sentisse prazer com o ato, cairia na Luxúria. Se a pedrada fosse por causa de uma dívida, seria um gesto de Cobiça. Se a razão fosse ficar com os bens da vítima, seria Inveja. Se o motivo fosse aparecer perante os outros, olha aí a Vaidade. Se precisasse beber para tomar coragem, cometeria a Gula. E até quem não conseguisse atirar, por ter se atrasado ao apedrejamento, mesmo assim pecaria por ter cedido à Preguiça.

Ela está por trás do Holocausto e da morte de Sócrates, da criação da Capela Sistina, das teorias de Freud e da obra dos Beatles. Saiba como a Inveja transformou a humanidade.
Evitar os sete pecados capitais não é uma tarefa das mais fáceis. Ainda mais a Inveja.
Esse pecado foi responsável por uma série de tragédias: do assassinato de Sócrates na Grécia Antiga à ascensão dos nazistas na Alemanha. Neste livro, você vai ver que não existe só podridão no reino da Inveja. Sim, porque ela serviu de combustível para realizações ímpares, como o melhor da pintura renascentista às fenomenais músicas de John Lennon e Paul McCartney. E, de quebra, ajudou a formar o caráter brasileiro. Pois é. Se o pecado mora ao lado, às vezes pode ser bom que seja o da Inveja.

 Inveja: Como ela mudou a História do Mundo – Série Sete Pecados na História – Alexandre Carvalho Série Sete Pecados na História Alexandre Carvalho

“Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, já disse Jesus lá na Bíblia. Mas, dependendo da intenção de quem jogasse, também seria considerado um pecador. Se lançasse a pedra com raiva, com certeza teria agido com Ira. Se sentisse prazer com o ato, cairia na Luxúria. Se a pedrada fosse por causa de uma dívida, seria um gesto de Cobiça. Se a razão fosse ficar com os bens da vítima, seria Inveja. Se o motivo fosse aparecer perante os outros, olha aí a Vaidade. Se precisasse beber para tomar coragem, cometeria a Gula. E até quem não conseguisse atirar, por ter se atrasado ao apedrejamento, mesmo assim pecaria por ter cedido à Preguiça.

Ela está por trás do Holocausto e da morte de Sócrates, da criação da Capela Sistina, das teorias de Freud e da obra dos Beatles. Saiba como a Inveja transformou a humanidade.
Evitar os sete pecados capitais não é uma tarefa das mais fáceis. Ainda mais a Inveja.
Esse pecado foi responsável por uma série de tragédias: do assassinato de Sócrates na Grécia Antiga à ascensão dos nazistas na Alemanha. Neste livro, você vai ver que não existe só podridão no reino da Inveja. Sim, porque ela serviu de combustível para realizações ímpares, como o melhor da pintura renascentista às fenomenais músicas de John Lennon e Paul McCartney. E, de quebra, ajudou a formar o caráter brasileiro. Pois é. Se o pecado mora ao lado, às vezes pode ser bom que seja o da Inveja.

 Inveja: Como ela mudou a História do Mundo – Série Sete Pecados na História – Alexandre Carvalho Série Sete Pecados na História Alexandre Carvalho

1 comentário em “Inveja: Como ela mudou a História do Mundo – Série Sete Pecados na História – Alexandre CarvalhoAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *