História do Pensamento Econômico – E. K. Hunt, Mark Lautzenheiser

História do Pensamento Econômico – E. K. Hunt, Mark Lautzenheiser

Em uma época em que a própria utilidade do ensino da história do pensamento econômico é crescentemente questionada em alguns círculos acadêmicos, é muito bem-vinda a publicação desta 2a edição revista do conhecido livro de Hunt.
A partir de uma abordagem assumidamente crítica, o autor faz o percurso tradicional da evolução das idéias econômicas desde o founding father da disciplina (Adam Smith) até as contribuições ditas heterodoxas mais recentes, dos pós-keynesianos e neo-institucionalistas. Neste longo caminho, Hunt argumenta, de forma convincente, que a Economia não é e jamais foi uma disciplina livre de valores, digam eles respeito às relações de classe, à distribuição de renda ou à natureza e ao papel do Estado, por exemplo. Sem esconder a sua simpatia pelos autores na tradição da economia política radical, Hunt, ainda assim, dá o espaço devido para um tratamento detalhado, ainda que não-técnico, das origens e desenvolvimento do paradigma neoclássico, que vem dominando o modo de fazer e pensar Economia nos últimos 100 anos. Quer se concorde ou não com o julgamento que o autor faz do caminho percorrido pela disciplina desde Smith, não se pode deixar de louvar o fato de que seus argumentos são apresentados dentro do contexto histórico e institucional relevante, lembrando como bom marxista e para os que ainda precisam ser lembrados que as idéias (econômicas ou não) não surgem, se firmam ou perdem espaço em um vazio a-histórico.

A história do pensamento econômico é construída a partir da reflexão crítica de como os teóricos do passado apresentaram suas ideias. Este livro é uma obra que oferece essa análise abrangente, percorrendo a evolução do pensamento econômico desde Adam Smith até os economistas mais recentes. É um texto definitivo para cursos de graduação e pós-graduação de “História do Pensamento Econômico”, pois insere a trajetória das teorias da Economia dentro de um contexto histórico geral. Os autores mostram como a Economia é construída como resposta a circunstâncias e problemas particulares dentro das esferas da produção e da circulação. Além disso, demonstram como essa não é uma disciplina isenta de valores, mas, pelo contrário, é influenciada pelos ideais e pelo contexto sociocultural de seus pensadores mais brilhantes. O livro é uma enorme contribuição para a literatura econômica, contribuindo para transformar a maneira como enxergamos o mundo ao nosso redor. A nova edição desse clássico mantém o tema principal de sua versão original, apresentando um desenvolvimento do pensamento dentro do contexto da história econômica. As ideias econômicas devem ser compreendidas dentro das esferas da produção e da circulação, por meio de uma análise crítica de como os teoristas do passado apresentaram suas ideias. Esta terceira edição é mais acessível tanto para os estudantes de graduação quanto de pós-graduação, situando apresentações mais formais de seu conteúdo nos apêndices. O texto também apresenta com maior fluidez as ideias dos primeiros pós-keynesianos, como Joan Robinson, Nicholas Kaldor e Roy Harrod, enquanto seus três capítulos finais foram atualizados com a adição de uma análise da Grande Depressão de 2007-2009.

História do Pensamento Econômico – E. K. Hunt, Mark LautzenheiserEm uma época em que a própria utilidade do ensino da história do pensamento econômico é crescentemente questionada em alguns círculos acadêmicos, é muito bem-vinda a publicação desta 2a edição revista do conhecido livro de Hunt.
A partir de uma abordagem assumidamente crítica, o autor faz o percurso tradicional da evolução das idéias econômicas desde o founding father da disciplina (Adam Smith) até as contribuições ditas heterodoxas mais recentes, dos pós-keynesianos e neo-institucionalistas. Neste longo caminho, Hunt argumenta, de forma convincente, que a Economia não é e jamais foi uma disciplina livre de valores, digam eles respeito às relações de classe, à distribuição de renda ou à natureza e ao papel do Estado, por exemplo. Sem esconder a sua simpatia pelos autores na tradição da economia política radical, Hunt, ainda assim, dá o espaço devido para um tratamento detalhado, ainda que não-técnico, das origens e desenvolvimento do paradigma neoclássico, que vem dominando o modo de fazer e pensar Economia nos últimos 100 anos. Quer se concorde ou não com o julgamento que o autor faz do caminho percorrido pela disciplina desde Smith, não se pode deixar de louvar o fato de que seus argumentos são apresentados dentro do contexto histórico e institucional relevante, lembrando como bom marxista e para os que ainda precisam ser lembrados que as idéias (econômicas ou não) não surgem, se firmam ou perdem espaço em um vazio a-histórico.

A história do pensamento econômico é construída a partir da reflexão crítica de como os teóricos do passado apresentaram suas ideias. Este livro é uma obra que oferece essa análise abrangente, percorrendo a evolução do pensamento econômico desde Adam Smith até os economistas mais recentes. É um texto definitivo para cursos de graduação e pós-graduação de “História do Pensamento Econômico”, pois insere a trajetória das teorias da Economia dentro de um contexto histórico geral. Os autores mostram como a Economia é construída como resposta a circunstâncias e problemas particulares dentro das esferas da produção e da circulação. Além disso, demonstram como essa não é uma disciplina isenta de valores, mas, pelo contrário, é influenciada pelos ideais e pelo contexto sociocultural de seus pensadores mais brilhantes. O livro é uma enorme contribuição para a literatura econômica, contribuindo para transformar a maneira como enxergamos o mundo ao nosso redor. A nova edição desse clássico mantém o tema principal de sua versão original, apresentando um desenvolvimento do pensamento dentro do contexto da história econômica. As ideias econômicas devem ser compreendidas dentro das esferas da produção e da circulação, por meio de uma análise crítica de como os teoristas do passado apresentaram suas ideias. Esta terceira edição é mais acessível tanto para os estudantes de graduação quanto de pós-graduação, situando apresentações mais formais de seu conteúdo nos apêndices. O texto também apresenta com maior fluidez as ideias dos primeiros pós-keynesianos, como Joan Robinson, Nicholas Kaldor e Roy Harrod, enquanto seus três capítulos finais foram atualizados com a adição de uma análise da Grande Depressão de 2007-2009.

1 comentário em “História do Pensamento Econômico – E. K. Hunt, Mark LautzenheiserAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *