Havia Gigantes na Terra – Zecharia Sitchin

Havia Gigantes na Terra – Zecharia Sitchin

Desde seu primeiro livro, O 12o Planeta (Madras Editora), Zecharia Sitchin afirmou que os Elohim bíblicos que disseram “Vamos moldar o Homem de acordo com nossa imagem e semelhança” eram os deuses da Suméria e da Babilônia – os anunnakis que vieram à Terra de seu planeta Nibiru. Adão, ele escreveu, foi geneticamente modificado com o acréscimo de genes anunnakis similar àqueles dos hominídeos existentes, há alguns 300 mil anos. Então, de acordo com a Bíblia, nos dias que an¬tecederam o Grande Dilúvio, e também daí em diante, “havia gigantes na Terra” que se miscigenaram com os descendentes de Adão, dando à luz “heróis de renome”. Com detalhes meticulosos, Sitchin mostra que esses eram os semideuses das tradições sumérias e babilônicas. Neste livro, ele afirma que atualmente existem evidências físicas que poderiam comprovar aqueles contos bíblicos e sumérios. Seguindo passo a passo por uma quantidade de manuscritos e artefatos antigos, ele conduz o leitor até a “Ur dos caldeus” e aos tempos de Abraão onde, 4 mil anos mais tarde, arqueólogos descobriram no recinto sagrado sepultamentos únicos e extraordinários para a riqueza e opulência dos artefatos que continham e pelo número de serviçais enterrados com eles. Conhecidas como “As Tumbas Reais de Ur”, elas permanecem um mistério desafiador. Agora, Zecharia Sitchin chega à impressionante conclusão de que as duas tumbas mais extraordinárias foram os locais de sepultamento de uma deusa anunnaki e seu marido semideus, e vai mais adiante, identificando-os e à sua genealogia ancestral, com aqueles que foram os primeiros a aterrissar na Terra, vindos de Nibiru.

Desde seu primeiro livro, O 12o Planeta (Madras Editora), Zecharia Sitchin afirmou que os Elohim bíblicos que disseram “Vamos moldar o Homem de acordo com nossa imagem e semelhança” eram os deuses da Suméria e da Babilônia – os anunnakis que vieram à Terra de seu planeta Nibiru. Adão, ele escreveu, foi geneticamente modificado com o acréscimo de genes anunnakis similar àqueles dos hominídeos existentes, há alguns 300 mil anos. Então, de acordo com a Bíblia, nos dias que an¬tecederam o Grande Dilúvio, e também daí em diante, “havia gigantes na Terra” que se miscigenaram com os descendentes de Adão, dando à luz “heróis de renome”. Com detalhes meticulosos, Sitchin mostra que esses eram os semideuses das tradições sumérias e babilônicas. Neste livro, ele afirma que atualmente existem evidências físicas que poderiam comprovar aqueles contos bíblicos e sumérios. Seguindo passo a passo por uma quantidade de manuscritos e artefatos antigos, ele conduz o leitor até a “Ur dos caldeus” e aos tempos de Abraão onde, 4 mil anos mais tarde, arqueólogos descobriram no recinto sagrado sepultamentos únicos e extraordinários para a riqueza e opulência dos artefatos que continham e pelo número de serviçais enterrados com eles. Conhecidas como “As Tumbas Reais de Ur”, elas permanecem um mistério desafiador. Agora, Zecharia Sitchin chega à impressionante conclusão de que as duas tumbas mais extraordinárias foram os locais de sepultamento de uma deusa anunnaki e seu marido semideus, e vai mais adiante, identificando-os e à sua genealogia ancestral, com aqueles que foram os primeiros a aterrissar na Terra, vindos de Nibiru.

1 comentário em “Havia Gigantes na Terra – Zecharia SitchinAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *