Guia Politicamente Incorreto da Economia Brasileira – Leandro Narloch

Guia Politicamente Incorreto da Economia Brasileira – Leandro Narloch

Se amanhã você acordar com a estranha decisão de prejudicar os trabalhadores brasileiros, espalhar a miséria e a corrupção e aproximar o país do Apocalipse, saiba que assim estará lado a lado com diversas das leis e medidas econômicas que o governo pratica todos os dias – e que têm como apoiadores ativistas corretos e políticos bem-intencionados. O bom mocinho é o maior vilão da economia brasileira.

Foi com a intenção de desmascará-lo que nasceu este livro – um guia contra as vacas sagradas do discurso econômico politicamente correto. Ao revelar os clichês econômicos repetidos diariamente por quem se considera herói contra a opressão, a desigualdade de renda e a insegurança da indústria nacional, Leandro Narloch mostra que é justamente por meio desses argumentos enganosos que perpetuamos o freio do desenvolvimento e do enriquecimento da população.

Se amanhã você acordar com a estranha decisão de prejudicar os trabalhadores brasileiros, espalhar a miséria e a corrupção e aproximar o país do Apocalipse, saiba que assim estará lado a lado com diversas das leis e medidas econômicas que o governo pratica todos os dias – e que têm como apoiadores ativistas corretos e políticos bem-intencionados. O bom mocinho é o maior vilão da economia brasileira.

Foi com a intenção de desmascará-lo que nasceu este livro – um guia contra as vacas sagradas do discurso econômico politicamente correto. Ao revelar os clichês econômicos repetidos diariamente por quem se considera herói contra a opressão, a desigualdade de renda e a insegurança da indústria nacional, Leandro Narloch mostra que é justamente por meio desses argumentos enganosos que perpetuamos o freio do desenvolvimento e do enriquecimento da população.

3 comentários em “Guia Politicamente Incorreto da Economia Brasileira – Leandro NarlochAdicione o seu →

  1. “O bom mocinho é o maior vilão da economia brasileira”. Programas sociais, ingresso de pobres no ensino superior, direitos de minorias será sempre “bom mocismo” pra essa elite ressentida.

    1. Meu amigo…. é essa “elite ressentida” que governa o país! Me desculpe, mas seus argumento estão cabulosos. E estou com uma “puta” vontade de escrever um livro aqui, porém vou me ater à apenas aconselha-lo uma boa leitura da política brasileira.

  2. Não resta dúvida ser essa elite de braços largos no empresariado, na vida política e grande mídia que dá as cartas. Assim como não surpreende que seja essa direita ressentida indo pras ruas “protestar” assegurando não perder os privilégios. Essa elite rancorosa protestando contra o governo que a obrigou pagar os direitos as empregadas. E com resquício de militarista golpista faz valer sua voz, na melhor expressão dada por Millôr: democracia é quando eu mando. Como esta leitura não terá de mim atenção que seja você e outros leitores a fazer bom proveito. Ps: Obrigado Exilado, pela democratização da informação e que vai contra essa meritocracia capitalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *