Gritos do Passado – Camilla Läckberg

Gritos do Passado – Camilla Läckberg

Em uma manhã de verão, um garoto sai para brincar na praia. Porém, suas brincadeiras são interrompidas de maneira abrupta quando ele encontra o cadáver de uma jovem nua. A polícia é chamada à cena e não demora muito para concluir que a mulher fora assassinada. O mistério aumenta quando os policiais descobrem que embaixo do corpo da mulher foram colocados esqueletos de outras duas jovens dadas como desaparecidas desde o final dos anos 1970.

Para juntar as peças desse quebra-cabeça, o policial Patrik Hedström é designado como chefe da investigação, o que o obriga a abandonar suas férias e sua esposa, Erica Falck, grávida de seu primeiro filho.

Erica, porém, não consegue ficar sem se envolver e decide ajudar Patrik pesquisando informações na biblioteca local. A partir daí, novas revelações começam a dar forma à investigação: os esqueletos podem ser de duas jovens desaparecidas há mais de vinte anos. Descobertas que trazem à tona antigos conflitos da família Hult, cujo patriarca, o pastor protestante Ephraim, mobilizava multidões de fiéis em seus cultos acompanhado dos dois filhos, Gabriel e Johannes, dotados de poderes de cura. Na época, um misterioso suicídio, ligado ao desaparecimento de uma das jovens, dividiu a família em duas ramificações que agora, diante das novas descobertas, terão de lidar com feridas antigas que ainda sangram.

Em uma manhã de verão, um garoto sai para brincar na praia. Porém, suas brincadeiras são interrompidas de maneira abrupta quando ele encontra o cadáver de uma jovem nua. A polícia é chamada à cena e não demora muito para concluir que a mulher fora assassinada. O mistério aumenta quando os policiais descobrem que embaixo do corpo da mulher foram colocados esqueletos de outras duas jovens dadas como desaparecidas desde o final dos anos 1970.

Para juntar as peças desse quebra-cabeça, o policial Patrik Hedström é designado como chefe da investigação, o que o obriga a abandonar suas férias e sua esposa, Erica Falck, grávida de seu primeiro filho.

Erica, porém, não consegue ficar sem se envolver e decide ajudar Patrik pesquisando informações na biblioteca local. A partir daí, novas revelações começam a dar forma à investigação: os esqueletos podem ser de duas jovens desaparecidas há mais de vinte anos. Descobertas que trazem à tona antigos conflitos da família Hult, cujo patriarca, o pastor protestante Ephraim, mobilizava multidões de fiéis em seus cultos acompanhado dos dois filhos, Gabriel e Johannes, dotados de poderes de cura. Na época, um misterioso suicídio, ligado ao desaparecimento de uma das jovens, dividiu a família em duas ramificações que agora, diante das novas descobertas, terão de lidar com feridas antigas que ainda sangram.