Flores – Mario Bellatin

Flores – Mario Bellatin

Flores é a estreia de Mario Bellatin na Cosac Naify, com tradução de Josely Vianna Baptista. Muitos são os adjetivos usados por críticos, jornalistas e leitores para tentar dar conta do que, afinal, é o livro: originalíssimo, impactante, conceitual. O próprio escritor, dono de uma personalidade arredia quando se vê diante das tentativas de enquadrar sua escrita, é alvo de comparações que, se reunidas, parecem formar algo quase incompreensível. Imaginem: um personagem de David Lynch, ou um falso documentário, como Verdades e mentiras, de Orson Welles; um mutante criador de universos particulares; um militante da escrita, qualquer que seja sua forma; um “Edward Mãos-de-Tesoura tarado por elipses”, como disse Joca Reiners Terron no texto de orelha do livro.
Por esse e por outros motivos é que Flores figura na galeria de clássicos mexicanos listados pela Magazine Litteraire, ao lado de obras de Juan Rulfo e Carlos Fuentes, dois decanos da literatura daquele país.

Flores é a estreia de Mario Bellatin na Cosac Naify, com tradução de Josely Vianna Baptista. Muitos são os adjetivos usados por críticos, jornalistas e leitores para tentar dar conta do que, afinal, é o livro: originalíssimo, impactante, conceitual. O próprio escritor, dono de uma personalidade arredia quando se vê diante das tentativas de enquadrar sua escrita, é alvo de comparações que, se reunidas, parecem formar algo quase incompreensível. Imaginem: um personagem de David Lynch, ou um falso documentário, como Verdades e mentiras, de Orson Welles; um mutante criador de universos particulares; um militante da escrita, qualquer que seja sua forma; um “Edward Mãos-de-Tesoura tarado por elipses”, como disse Joca Reiners Terron no texto de orelha do livro.
Por esse e por outros motivos é que Flores figura na galeria de clássicos mexicanos listados pela Magazine Litteraire, ao lado de obras de Juan Rulfo e Carlos Fuentes, dois decanos da literatura daquele país.

1 comentário em “Flores – Mario BellatinAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *