baixar-livro-finns-hotel-james-joyce-em-pdf-epub-e-mobi-ou-ler-online-370x556

Finn’s Hotel – James Joyce

No início dos anos 1990, o surgimento de um manuscrito causou alvoroço entre os estudiosos de James Joyce. Encontrado em meio a seus papéis e anotações, Finn’s Hotel foi anunciado como embrião daquele que seria o mais enigmático dos livros do irlandês, o gargantuesco e caudaloso Finnegans Wake. Todavia, uma longa briga judicial privou os leitores do acesso ao texto. Apenas agora, mais de duas décadas depois de sua aparição, é que Finn’s Hotel chega às mãos dos fãs de Joyce.
Se Finnegans Wake é um dos textos mais herméticos de toda a literatura universal, este Finn’s Hotel é um presente aos leitores que tanto o aguardaram. Tremendamente claro e acessível, é composto de onze pequenos contos, que poderiam ser chamados de fábulas, sobre a história da Irlanda. Divertidos e comoventes, os textos chegam ao português pelas mãos de Caetano W. Galindo, cuja tradução do livro Ulysses recebeu os prêmios Jabuti, APCA e ABL. Joyceano de mão cheia, Galindo recriou aqui as dezenas de trocadilhos e jogos de linguagem do original.
Não se sabe ao certo as intenções de Joyce com o manuscrito, e se essas histórias de fato compõem uma versão anterior do Finnegans Wake. Ainda assim, estão lá Humphrey Chimpden Earwicker, protagonista do Wake, bem como um esboço inicial da magnífica carta de Anna Livia Plurabelle, uma das peças mais belas da língua inglesa.
Esta edição traz ainda uma nova tradução do poema Giacomo Joyce, também traduzido por Galindo.

No início dos anos 1990, o surgimento de um manuscrito causou alvoroço entre os estudiosos de James Joyce. Encontrado em meio a seus papéis e anotações, Finn’s Hotel foi anunciado como embrião daquele que seria o mais enigmático dos livros do irlandês, o gargantuesco e caudaloso Finnegans Wake. Todavia, uma longa briga judicial privou os leitores do acesso ao texto. Apenas agora, mais de duas décadas depois de sua aparição, é que Finn’s Hotel chega às mãos dos fãs de Joyce.
Se Finnegans Wake é um dos textos mais herméticos de toda a literatura universal, este Finn’s Hotel é um presente aos leitores que tanto o aguardaram. Tremendamente claro e acessível, é composto de onze pequenos contos, que poderiam ser chamados de fábulas, sobre a história da Irlanda. Divertidos e comoventes, os textos chegam ao português pelas mãos de Caetano W. Galindo, cuja tradução do livro Ulysses recebeu os prêmios Jabuti, APCA e ABL. Joyceano de mão cheia, Galindo recriou aqui as dezenas de trocadilhos e jogos de linguagem do original.
Não se sabe ao certo as intenções de Joyce com o manuscrito, e se essas histórias de fato compõem uma versão anterior do Finnegans Wake. Ainda assim, estão lá Humphrey Chimpden Earwicker, protagonista do Wake, bem como um esboço inicial da magnífica carta de Anna Livia Plurabelle, uma das peças mais belas da língua inglesa.
Esta edição traz ainda uma nova tradução do poema Giacomo Joyce, também traduzido por Galindo.

1 comentário em “Finn’s Hotel – James JoyceAdicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *