Falando com os mortos: As irmãs americanas e o surgimento do espiritismo – Barbara Weisberg

Compartilhe:

“Formado sob muitas influências diferentes, o espiritualismo moderno como movimento popular começou com as batidas de Hydesville. Desafiando os teólogos judaico-cristãos que argumentavam que as supostas visitações de espíritos eram manifestações demoníacas ou ilusões, os norte-americanos, em fins do século XIX, lotavam as sessões espiritualistas em busca de sabedoria e de consolo no que acreditavam ser uma evidência tangível da imortalidade. Muitos dos que partilhavam esse pensamento eram homens e mulheres que lutavam para conciliar religião e ciência, num tempo em que os geólogos questionavam a própria idade e a origem da Terra e de suas criaturas. Fosse por desígnio dos espíritos ou por inadvertência, Kate e Maggie Fox serviram de catálise para o que aqueles que acreditavam na comunicação com os espíritos chamavam de o raiar de uma nova era.”

Send a Comment

Your email address will not be published.

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Gostou do epubr.club? Por favor, espalhe a palavra :)