cover

Fadas no Divã – Diana Lichtenstein Corso, Mário Corso

Este livro, envolvente e elucidativo, descreve, explica e relaciona com os conhecimentos psicanalíticos as mais importantes histórias contadas para as crianças, incluindo os contos de fadas clássicos e os personagens atuais, como a Turma da Mônica e Harry Potter. Trata-se de uma fonte de reflexão e enriquecimento para pais, professores, psicólogos e demais interessados na infância e no desenvolvimento humano. Constitui, também um valioso instrumento para acesso claro e facilitado aos principais conceitos da Psicanálise.

Este livro, envolvente e elucidativo, descreve, explica e relaciona com os conhecimentos psicanalíticos as mais importantes histórias contadas para as crianças, incluindo os contos de fadas clássicos e os personagens atuais, como a Turma da Mônica e Harry Potter. Trata-se de uma fonte de reflexão e enriquecimento para pais, professores, psicólogos e demais interessados na infância e no desenvolvimento humano. Constitui, também um valioso instrumento para acesso claro e facilitado aos principais conceitos da Psicanálise.

8 comentários em “Fadas no Divã – Diana Lichtenstein Corso, Mário CorsoAdicione o seu →

  1. Já li e achei super interessante a análise dos contos de fadas, bem como das histórias contemporâneas. Algumas eu nem li por não conhecer a história em si, mas as mais conhecidas como "Chapeuzinho Vermelho", "A bela adormecida", "Cinderella" e também "Turma da Mônica" e "Harry Potter" foi ótimo de se ter essa interpretação psicanalítica. Acredito que tenha que se ler o livro com a mente aberta.

  2. Um livro essencial para compreender a infância na contemporaneidade. Após "Fadas no Divã", recomendo a leitura de "A Psicanálise na Terra do Nunca" (http://livrosdoexilado.org/a-psicanalise-na-terra-do-nunca-diana-lichtenstein-corso-mario-corso/), dos mesmos autores. Ah, o livro da Maria Tatar, "Contos de Fadas" (http://livrosdoexilado.org/contos-de-fadas-maria-tatar/), é de grande ajudar para conhecermos (ou relembrarmos) alguns contos analisados nos livros dos Corso. Valeu, Exilado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *