Existencialismo – Jacques Colette

Existencialismo – Jacques Colette

Um dos principais movimentos filosóficos do século XX, o existencialismo teve maior impacto na literatura e nas artes do que qualquer outra escola de pensamento. Mais do que uma crônica filosófica dos anos 1930-1950, este livro mostra as principais linhas do ideário existencialista em torno das noções de realidade, liberdades individuais e subjetividade, perpassando o pensamento daqueles que mais influenciaram o movimento: Kierkegaard, Husserl, Jaspers, Marcel, Heidegger, Sartre, Merleau-Ponty e Camus. O existencialismo não pode ser visto apenas como uma corrente filosófica, já que passou para a história como um movimento intelectual intimamente marcado pelas consequências de duas guerras mundiais, legando à humanidade novos modos de escrita, de comunicação e de inserção na sociedade.

Um dos principais movimentos filosóficos do século XX, o existencialismo teve maior impacto na literatura e nas artes do que qualquer outra escola de pensamento. Mais do que uma crônica filosófica dos anos 1930-1950, este livro mostra as principais linhas do ideário existencialista em torno das noções de realidade, liberdades individuais e subjetividade, perpassando o pensamento daqueles que mais influenciaram o movimento: Kierkegaard, Husserl, Jaspers, Marcel, Heidegger, Sartre, Merleau-Ponty e Camus. O existencialismo não pode ser visto apenas como uma corrente filosófica, já que passou para a história como um movimento intelectual intimamente marcado pelas consequências de duas guerras mundiais, legando à humanidade novos modos de escrita, de comunicação e de inserção na sociedade.