Estudos culturais da idade média: Arte, sexo, religião e outras práticas sociais – Paulina T. Nólibos (Org.)

Estudos culturais da idade média: Arte, sexo, religião e outras práticas sociais – Paulina T. Nólibos (Org.)

Os problemas sociais que este volume aborda são de crucial importância na constituição da história da cultura, especialmente a ocidental, da qual somos herdeiros e participantes: arte, sexo e religião. Três grandes blocos de práticas e saberes onde, de maneira didática, foram agrupados os 15 artigos que compõem este volume. A observação e análise das representações imaginárias nas praticas sociais tomam graves proporções quando nos voltamos à Idade Média. Vários dos artigos se referem direta ou indiretamente ao papel da mulher na sociedade medieval, a sua delicada presença na literatura ou nos registras de fato, como personagem real, como o caso de Joana D’ Arc, e à educação religiosa das mulheres enquanto a dos homens era direcionada para a guerra. Outros abordam a religiosidade e o crescente controle da instituição Igreja sobre a Europa, a questão judaica, as figuras da morte e do mal, intensos fantasmas ligados ao pecado e à salvação, e a criação da Inquisição, inegáveis pontos de tensão dentro o corpo medieval. A arte é um tema sedutor sob vários aspectos, portanto muitos foram os artigos na área, de história da arte à arte culit1ária e práticas de alimentação. As narrativas literárias medievais, com sua riqueza de detalhes e variantes, também permitiram um rico estudo do imaginário medieval: apresentamos as análises de um documento épico escandinavo, Beowulf, e de uma personagem do mito artúrico, A Dama de Schalott, narrada pela sensual poesia trovadoresca, e\rocada novamente no romantismo inglês. A arte gótica e a moda feminina são igualmente fenômenos próprios deste período, que se desenvolveram e sustentaram uma certa estrutura de poder, marcadores do status feudal. Assim, percorrendo sendas variadas, esperamos encantar o leitor com a cultura medieval, rica e complexa, e abrir portas a novas discussões sobre assuntos de relevância histórica, muitos deles apenas recentemente elevados à objeto de estudo acadêmico. Enfim, o produto final, um livro de artigos, é um esforço intelectual compartilhado por 16 colaboradores para reordenar o conjunto das fibras do tecido ocidental, imensa tarefa, que já estavam visivelmente presentes mais de mil anos atrás.

 Estudos culturais da idade média: Arte, sexo, religião e outras práticas sociais - Paulina T. Nólibos (Org.) Paulina T. Nólibos

Os problemas sociais que este volume aborda são de crucial importância na constituição da história da cultura, especialmente a ocidental, da qual somos herdeiros e participantes: arte, sexo e religião. Três grandes blocos de práticas e saberes onde, de maneira didática, foram agrupados os 15 artigos que compõem este volume. A observação e análise das representações imaginárias nas praticas sociais tomam graves proporções quando nos voltamos à Idade Média. Vários dos artigos se referem direta ou indiretamente ao papel da mulher na sociedade medieval, a sua delicada presença na literatura ou nos registras de fato, como personagem real, como o caso de Joana D’ Arc, e à educação religiosa das mulheres enquanto a dos homens era direcionada para a guerra. Outros abordam a religiosidade e o crescente controle da instituição Igreja sobre a Europa, a questão judaica, as figuras da morte e do mal, intensos fantasmas ligados ao pecado e à salvação, e a criação da Inquisição, inegáveis pontos de tensão dentro o corpo medieval. A arte é um tema sedutor sob vários aspectos, portanto muitos foram os artigos na área, de história da arte à arte culit1ária e práticas de alimentação. As narrativas literárias medievais, com sua riqueza de detalhes e variantes, também permitiram um rico estudo do imaginário medieval: apresentamos as análises de um documento épico escandinavo, Beowulf, e de uma personagem do mito artúrico, A Dama de Schalott, narrada pela sensual poesia trovadoresca, e\rocada novamente no romantismo inglês. A arte gótica e a moda feminina são igualmente fenômenos próprios deste período, que se desenvolveram e sustentaram uma certa estrutura de poder, marcadores do status feudal. Assim, percorrendo sendas variadas, esperamos encantar o leitor com a cultura medieval, rica e complexa, e abrir portas a novas discussões sobre assuntos de relevância histórica, muitos deles apenas recentemente elevados à objeto de estudo acadêmico. Enfim, o produto final, um livro de artigos, é um esforço intelectual compartilhado por 16 colaboradores para reordenar o conjunto das fibras do tecido ocidental, imensa tarefa, que já estavam visivelmente presentes mais de mil anos atrás.

 Estudos culturais da idade média: Arte, sexo, religião e outras práticas sociais - Paulina T. Nólibos (Org.) Paulina T. Nólibos

1 comentário em “Estudos culturais da idade média: Arte, sexo, religião e outras práticas sociais – Paulina T. Nólibos (Org.)Adicione o seu →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *