Esperanto sem Mestre – Francisco Valdomiro Lorenz

Esperanto sem Mestre – Francisco Valdomiro Lorenz

Esperanto sem Mestre – Excelente manual para iniciantes. Feito para estudo com ou sem Professor. Por quê? Porque o Esperanto, criado em 1887, pelo médico polonês Dr. Lázaro Luís Zamenhof, para servir de instrumento de comunicação entre as nações, é um idioma suficientemente simples para ser aprendido sem mestre. Sua ortografia é fonética, ou seja, para cada letra sempre o mesmo som, e para cada som sempre a mesma letra. Sua gramática resume-se em 16 regras fundamentais, sem exceções. Pode ser aprendido em cerca de 40 horas-aula.

A obra aborda toda a gramática e possui farta quantidade de exercícios de fixação, além de esclarecimentos sobre o uso prático dos conhecimentos adquiridos, construindo frases e compondo palavras. Entre os principais temas nele incluídos, temos: 1) o alfabeto e a pronúncia, categorias gramaticais: substantivos, adjetivos, advérbios, verbos, artigo, numerais, pronomes, preposições, interjeições e conjunções; 2) os dois casos existentes em Esperanto: nominativo e acusativo; 3) prefixos e sufixos, que são a base para a construção de palavras; 4) o texto das 16 regras fundamentais; 5) os particípios, modos e tempos verbais; 6) características específicas do idioma (expressões idiomáticas, idiotismos, etc); 7) vocabulários e exercícios de tradução e versão (Português-Esperanto e Esperanto-Português); 8) índice alfabético remissivo; 9) provérbios em Esperanto, no rodapé de cada página; 10) poemas em Esperanto; 12) iniciação à correspondência em Esperanto, em dimensão mundial; 13) história resumida da Liga Brasileira de Esperanto, que é a instituição representante, em nível nacional, do Movimento Esperantista Brasileiro.

Seu autor, Francisco Valdomiro Lorenz, nasceu em 1872 e faleceu em 1957, tendo chegado a ter domínio de 110 idiomas. Autor de mais de 70 obras de literatura, religião, lingüística, ciências ocultas, ensino de idiomas, e 5 obras básicas de referência escritas diretamente em Esperanto.

Esperanto sem Mestre  Francisco - Valdomiro LorenzEsperanto sem Mestre – Excelente manual para iniciantes. Feito para estudo com ou sem Professor. Por quê? Porque o Esperanto, criado em 1887, pelo médico polonês Dr. Lázaro Luís Zamenhof, para servir de instrumento de comunicação entre as nações, é um idioma suficientemente simples para ser aprendido sem mestre. Sua ortografia é fonética, ou seja, para cada letra sempre o mesmo som, e para cada som sempre a mesma letra. Sua gramática resume-se em 16 regras fundamentais, sem exceções. Pode ser aprendido em cerca de 40 horas-aula.

A obra aborda toda a gramática e possui farta quantidade de exercícios de fixação, além de esclarecimentos sobre o uso prático dos conhecimentos adquiridos, construindo frases e compondo palavras. Entre os principais temas nele incluídos, temos: 1) o alfabeto e a pronúncia, categorias gramaticais: substantivos, adjetivos, advérbios, verbos, artigo, numerais, pronomes, preposições, interjeições e conjunções; 2) os dois casos existentes em Esperanto: nominativo e acusativo; 3) prefixos e sufixos, que são a base para a construção de palavras; 4) o texto das 16 regras fundamentais; 5) os particípios, modos e tempos verbais; 6) características específicas do idioma (expressões idiomáticas, idiotismos, etc); 7) vocabulários e exercícios de tradução e versão (Português-Esperanto e Esperanto-Português); 8) índice alfabético remissivo; 9) provérbios em Esperanto, no rodapé de cada página; 10) poemas em Esperanto; 12) iniciação à correspondência em Esperanto, em dimensão mundial; 13) história resumida da Liga Brasileira de Esperanto, que é a instituição representante, em nível nacional, do Movimento Esperantista Brasileiro.

Seu autor, Francisco Valdomiro Lorenz, nasceu em 1872 e faleceu em 1957, tendo chegado a ter domínio de 110 idiomas. Autor de mais de 70 obras de literatura, religião, lingüística, ciências ocultas, ensino de idiomas, e 5 obras básicas de referência escritas diretamente em Esperanto.