Clássicos

Equilíbrio – Mike Resnick

Trecho do conto:

Susan Calvin subiu ao palco e observou a sua audiência: acionistas da US Robóticos e Homens Mecânicos.

‘Quero agradecer a todos pelo comparecimento. Vou atualizá-los sobre nossos últimos desenvolvimentos’ disse ela em seu jeito breve e profissional.

Que rosto medonho ela tem, pensou August Geller, sentado na quarta fileira da platéia. Ela me lembra a minha professora de inglês da sétima série, aquela que eu temia.

Calvin iniciou com uma detalhada explicação dos novos circuitos que haviam sido introduzidos no cérebro positrônico, em termos que um leigo – mesmo um acionista – pudesse entender.

Que mente brilhante, pensou Geller. Absolutamente brilhante. Imagine um semblante como esse sem um cérebro para contrabalançar.

Fonte: aqui

(Visited 7 times, 1 visits today)

2 Comments

  • Leandro Ernani
    8 de outubro de 2012 - 07:03 | Permalink

    Gostei muito do conto, especialmente de como os robôs percebem as necessidades humanas.

  • Roujiach
    11 de outubro de 2012 - 08:12 | Permalink

    Obrigado!

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    Powered by: Wordpress